Investimentos em Imóveis: Uma Boa Escolha?

Muitas pessoas possuem a idéia de que um imóvel é um dos investimentos mais seguros, já que é um bem tangível (concreto) que tende a se valorizar no longo prazo e ainda pode ser usado para locação, recebendo um valor de aluguel definido com o inquilino.

Antigamente, para poder se investir em um imóvel com intuito de gerar uma renda mensal era preciso ter uma grande quantia de dinheiro para comprar o imóvel e depois alugá-lo.

Ainda assim, existem outros problemas como:

1. Não conseguir inquilinos e ficar sem o rendimento dos aluguéis

2. Arrumar inquilinos não confiáveis que atrasam no pagamento ou aplicam calote.

3. Sendo proprietário do imóvel, arcar com despesas de manutenção, além de ter de participar de reuniões.

Estes são alguns dos pontos que trazem preocupação para quem aluga imóveis. Porém, acredito que a maior preocupação permanece invisível para muitas pessoas.

Um retorno mensal de R$ 2.000 não deveria preocupar ninguém, mas como a maioria das pessoas olha apenas para valores nominais e esquece dos valores relativos elas não percebem que podem estar fazendo um mau negócio. Vamos ver através de alguns exemplos:

1. Aluguel de R$ 2.000 mensais. Imóvel no valor de R$ 300.000

2. Aluguel de R$ 1.500 mensais. Imóvel no valor de R$ 200.000

3. Aluguel de R$ 1.000 mensais. Imóvel no valor de R$ 100.000

Não entrando no mérito da valorização do preço do imóvel e considerando apenas a renda sobre o valor do imóvel (retorno mensal sobre patrimônio investido) temos a seguinte rentabilidade mensal para cada caso:

1. 2.000 / 300.000 = 0,66% a.m

2. 1.500 / 200.000 = 0,75% a.m

3. 1.000 / 100.000 = 1% a.m

Conclusão: O que realmente importa para um bom negócio (investimento) é o retorno que ele te dá em cima do valor total aplicado. Considerando todas as desvantagens citadas acima, o retorno do investimento de imóveis não é compensatório na maioria das vezes.

Com o desenvolvimento do Mercado Financeiro, irei mostar no próximo post como é possível se investir em imóveis com pouco capital, buscando obter retornos melhores com menos preocupações.

Henrique Carvalho

Gostou do artigo? Compartilhe!

Sobre o autor

Henrique é especialista em alocação de ativos, eleito um dos 5 melhores educadores financeiros do Brasil em 2012/2013. Continue Lendo aqui!

  • Pingback: HC Investimentos comemora 1 ano de aniversário! « HC Investimentos()

  • Hugo

    Há uma maneira de aumentar o retorno de investimento de um imóvel: comprando-o abaixo do valor de mercado em leilões imobiliários, por exemplo.

    Para mais informações sobre leilões de imóveis:
    Leilão de Imóveis
    Leilao da Caixa

  • Bruno Rocha

    Fala Henrique ! Muito esclarecedor.

    Só que restam alguns pontos, imagino eu. Você desconsiderou a valorização/desvalorização do imóvel para uma melhor conta, isso é uma boa sacada. Eu adicionaria mais dois pontos negativos. 1) A depender das condições do imóvel e o preço que esteja cobrando seja ainda mais difícil conseguir inquilinos. 2) O próprio imóvel pode dar prejuízo a depender do seu estado. Então, antes mesmo de investir seria bom ter uma noção sobre a condição estrutural.

    Enfim, uma coisa que não consegui captar totalmente. Tenho que prestar atenção em ambos índices nominais e relativos. Mas, como identificar se estou fazendo um bom ou mau negócio?

    Obrigado.

eBook-alocacao-ativos