A Importância da Leitura

Seja no mercado financeiro ou em qualquer outra área, devemos sempre estar nos aprimorando para que nossos conhecimentos não fiquem ultrapassados e até mesmo obsoletos.

Assim como um pianista deve praticar sempre para pegar maior precisão e perfeição em suas músicas, o ser humano necessita estar sempre em um processo eterno de aprendizado.

Neste post estarei falando da minha experiência com livros de investimentos nacionais e estrangeiros. No final dele, estarei recomendando mais de 10 livros estrangeiros. Não percam!

Livros Nacionais: Poucos Salvam

A leitura, seja de revistas, fóruns e livros, é uma das formas mais comuns e eficazes de podermos avançar contra a maré, em um processo de evolução.

É por este motivo que hoje tirei um tempo para poder compartilhar com os leitores alguns dos livros que li recentemente e quais estão na minha fila de leituras.

Já li bons livros sobre desenvolvimento pessoal (produtividade, auto-ajuda), mas irei focar nos livros sobre o mercado financeiro neste post.

Há mais de 2 anos começei a devorar vários livros sobre investimento. Muitas vezes comprava uns 4 livros por mês. Se tinha algo em que eu não controlava meus gastos era em livros.

Começei com livros nacionais bem básicos. É interessante pois sempre que acabamos de ler um livro temos uma sensação de segurança, de que descobrimos algo que pode salvar nossas vidas.

Porém, isso é uma ilusão. Nenhum livro poderá te mostrar o que fazer exatamente. Cada pessoa é diferente. O interessante é pegar as melhores idéias dos livros e ir formando uma bagagem intelectual adaptada a sua personalidade.

Após a leitura dos livros nacionais, começamos a perceber que (por enquanto) os livros tendem a se repetir muito.

É muito difícil encontrar um livro que traga uma metodologia nova. E a maioria deles costuma ser mais de auto-ajuda do que um livro voltado a ensinar uma técnica em detalhes.

Expandindo Conhecimento na Amazon

Quando chegar neste momento começe a procurar por livros na Amazon.

Como a demanda por conhecimento lá fora é enorme e a competição entre escritores é grande, o que nos sobra são livros de qualidade, do tipo o vencedor leva tudo.

Podem haver inúmeros livros sobre um determinado assunto, mas apenas aqueles com qualidade e inovadores conseguem levar uns 80% de todo o mercado. E viva o capitalismo!

Infelizmente, saber ler em inglês (ao menos no mundo de hoje) é fundamental para o sucesso em uma carreira, principalmente no mercado financeiro.

Quantos de vocês já leram um livro nacional recomendando a diversificação de carteiras e explicando (com dados teóricos) a importância da alocação de ativos.

Quantos livros falam sobre a correlação entre os ativos? O método de rebalanceamento de uma carteira? O quanto alocar em cada ativo (position sizing)? Modelos de Simulação de Monte Carlo para avaliar cenários futuros?

Existem bons livros nacionais sobre investimento, porém, é possível contar nos dedos estes livros.

Meu foco não está na crítica aos livros nacionais mas sim na crítica a postura das pessoas.

Lembrem-se, não tomem o universo de livros nacionais como se fosse o todo. Procurem expandir suas fronteiras, sair da zona de conforto, descobrir o novo.

Para os leitores que gostam e querem se aprofundar sobre o método de alocações de ativos estou disponibilizando uma imagem e um link para todos os livros estrangeiros que li e ainda pretendo ler.

livros-de-investimentos

Da esquerda para a direita temos a ordem de leitura dos livros e a lista de leitura. Irei enumerar estes livros com seu  respectivo link na Amazon logo abaixo:

  • Livros Lidos:

1. All About Asset Allocation – Sensacional! Acredito ser o livro mais indicado para o primeiro contato com o método. Uma segunda edição deste livro será publicada em Agosto de 2010. Não percam!

2. The Intelligent Asset Allocator – Livro antigo (1999) mas com valores atemporais.

3. Asset Allocation, Balancing Financial Risk – Muito bem estruturado, claro e tem um foco para quem poderá a vir a trabalhar com clientes.

4. Yes, You Can Supercharge Your Portfolio – Visão foward de como alocar de acordo com uma simulação de monte carlo.

5. Value Averaging – Uma alternativa ao método de Dollar Cost Averaging. Excelente para quem realiza compras mensais e investe em poucos ativos.

6. The Intelligent Portfolio – Outro livro sensacional! Porém, necessita de um certo grau de experiência (recomendo ler os livros acima primeiro). Tem um foco na alocação através da simulação de Monte Carlo e na redução dos custos de investimento. Traz grandes novidades.

  • Livros na fila de leitura:

7. The Investor´s Manifesto – 2º livro do autor de “The Intelligent Asset Allocator. É o livro que estou lendo atualmente.

8. Pioneering Portfolio Management

9. Asset Dedication

10. The Art of Asset Allocation

11. The Perfect Portfolio

12. The Boglehead´s Guide to Retirement Planning

  • Extras:

13. Devil Take the Hindmost

14. Against the Gods

A lista é extensa e vale muito a pena. Escolha alguns livros recomendados verá um novo mundo sob novos olhares. Não esqueça de enviar seus comentários após a leitura dos livros para que possamos debater as idéias contidas em cada um dos livros.

O conhecimento está disponível para todos. Só depende de sua vontade!

Grande Abraço e Sucesso!

Gostou do artigo? Compartilhe!

Sobre o autor

Henrique é especialista em alocação de ativos, eleito um dos 5 melhores educadores financeiros do Brasil em 2012/2013. Continue Lendo aqui!

  • Edmilson Lima

    Olá Henrique,

    Parabens pela participação no Clube de Vienna. Vai continuar com o blog ainda?

    • Henrique Carvalho

      Muito obrigado pelas considerações Edmilson!

      Pode ter certeza que aprendi e continuarei aprendendo bastante com você. Seu blog está sensacional! Continue com o ótimo trabalho.

      Sobre continuar com o blog não está nada certo ainda. Porém, uma coisa é certa: As análises, sejam elas feitas aqui ou lá no Clube de Vienna, poderão ser acompanhadas por todos.

      Temos muitos projetos pela frente. Estamos consolidando vários deles.

      Grande Abraço e Sucesso!

  • Pingback: Valores Reais » 3 opções de investimentos em renda fixa realmente baratas()

  • Maravilha, Henrique, ter voltado a postar no blog! 😀

    Esse artigo segue o padrão “HC” de qualidade, ou seja, acima da média, como sempre. 😉

    Atualizei o post q publiquei hoje lá no VR convidando a todos a lerem o seu artigo.

    E sua bookshelf me lembrou muito a foto da estante que o Trent Hamm publicou no TSD: http://www.thesimpledollar.com/2008/05/20/the-essential-bookshelf-the-only-eight-books-ive-kept-after-hundreds-of-reviews/

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Henrique Carvalho

      É sempre bom nós podermos compartilhar nossos conhecimentos com todos.

      Afinal, o conhecimento é uma via de mão dupla. Nós estaremos sempre ensinando e aprendendo com alguém.

      Gostaria de poder conhecer a sua estante de livros. O que acha criar um post com a foto e alguns comentários?

      Grande Abraço Hotmar!

      • Anotada a idéia, Henrique! 😀

        É isso aí!
        Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  • Complementando: eu também tenho uma certa “compulsão” por livros…hehehe… acredito serem um dos melhores investimentos para quem gosta de ler: os custos são relativamente baixos perto do retorno em satisfação e crescimento pessoal que proporcionam. Gasta-se pouco dinheiro, e, inversamente, muitas horas. Muito melhor do que assistir TV.

    Concordo com a falta de bons livros 100% nacionais a respeito. Posso dizer isso a partir de uma constatação pessoal: eis que no mês passado eu li “Dinheiro e vida”, “Faça tudo acontecer”, e “Investindo em ações no longo prazo”. Todos os livros em português do Brasil, mas todos os livros de autores estrangeiros!

    Até a revista de finanças que eu assino é estrangeira (Kiplinger´s) (se bem q depois passei a assinar tb a Elas e Lucros tb).

    Aliás, Henrique, vc daria um bom escritor de finanças pessoais, hein!? Esse blog é uma mina de ouro, e, sinceramente, aprendo mais aqui do q lendo as publicações de varejo q existem por aí. Torço p/ q vc continue publicando suas análises, seja aqui ou em qualquer outro local.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Henrique Carvalho

      Obrigado pela força e pelos elogios Hotmar!

      Abraço!

  • Complementando de novo: meu nível de inglês não é o mesmo que o seu ou o do Viver de Renda, portanto, a leitura estrangeira ainda tem a função de melhorar meu aprendizado no inglês, coisa q vcs já dominam.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Henrique Carvalho

      Por experiência própria:

      Não é necessário ter um alto nível de inglês para ler os livros estrangeiros. Com a prática você começa a se acostumar com algumas palavras e expressões.

      Além do que se eu fosse ler um livro técnico de medicina, por exemplo, confesso que estaria bem perdido, mas como nós já estamos acostumados com algumas expressões do mercado financeiro, fica BEM mais fácil!

      Grande Abraço!

      • Valeu, Henrique!

        Isso me encoraja a ler mais obras estrangeiras!

        É isso aí!
        Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  • Estante para dar inveja a qualquer um!

    • Henrique Carvalho

      Obrigado!

      O que acha de fazer um esquema parecido no seu blog?

      Seria muito bom conhecer melhor suas leituras!

      Grande Abraço!

  • Que nada, tenho muito pouco a mostrar… já sei que se for pra falar sobre asset allocation vc é o expert hehe!

    Por falar nisso, achei pouco material falando especificamente sobre portfolios 100% equities. O que seus livros falam sobre isso?

    • Henrique Carvalho

      Como são livros sobre alocação de ativos nenhum deles recomenda 100% em equities.

      Mesmo para um portfólio de acumulação eles não recomendam esta concentração. Enfatizam sempre que o futuro é totalmente imprevisível e que, embora no longo prazo tendem a ter o maior retorno esperado entre todos os ativos, é muito importante diversificar.

      Analisar sempre para trás é perigoso, mas ajuda a mostar que às vezes, mesmo em períodos de 10 anos, as ações não saíram do lugar (vide 2000-2009)…enquanto se você tivesse diversificado em equities, bonds (gov, corporate), money market, REITs, vc diminui bastante a chance de estar 100% errado.

      No mais, a lição: Já que o futuro é imprevisível, é melhor estar meio certo (diversificando) do que totalmente errado.

      Abraços!

  • Coach

    Muito bom esse post, o meu livro estrangeiro preferido (li muito poucos) é The Essential Buffet, timeless principles for the new economy.
    Fiquei curioso pra ler esse all about asset allocation.
    Abs

    • Henrique Carvalho

      Tenho certeza de que após lê-lo não irá se arrepender.

      O livro, além de ter um bom conteúdo, é muito bem escrito. A organização dos tópicos é sensacional.

      Abraços!

  • Henrique, essa argumentação a meu ver é falha. Só ver o livro de Siegel… a fronteira eficiente com risco bem conservador para portfolios de longo prazo chega aos 100%, em alguns casos até mais! Como contra-argumentar esse fato?

    Claro que o futuro é imprevisivel, mas ele tem essa tendencia de repetir o passado (pelo menos em termos de performance de classe de ativos). Caso isso nao fosse verdade, teriamos que jogar todo o trabalho de markowitz pela janela. Nao é pq há uma chance minima de haver um temporal q eu vou sair 3h mais cedo pro trabalho todo dia!

    • Henrique Carvalho

      Viver de Renda,

      “Henrique, essa argumentação a meu ver é falha. Só ver o livro de Siegel… a fronteira eficiente com risco bem conservador para portfolios de longo prazo chega aos 100%, em alguns casos até mais! Como contra-argumentar esse fato?”

      Me corriga se estiver errado mas neste livro o Siegel mostrou que nos últimos 30 anos, as ações nos US tiveram um risco menor do que Bonds.

      Entretanto, ele nada fala sobre um mix entre os 2 ativos. Provavelmente, um mix de 50% Equities / 50% Bonds, sendo rebalanceado todo ano (ou através de desvios percentuais) gerasse um retorno maior além de uma volatilidade menor!

      Fora que ele analisa “apenas” o caso americano, sendo a economia de maior sucesso nos útlimos 30 / 50 anos. Logo, um portfólio com 100% em ações não foi nada mal.

      Entretanto, e você já deve estar até imaginando no qu eue vou falar agora, é preciso lembrar do caso japonês em 1989 ou até mesmo o caso americano em 1999.

      O investidor seria capaz de ficar posicionado 100% em ações com retornos negativos em 10, 20 anos? Fora o efeito da inflação neste período, elevando as perdas reais do investidor.

      Ao meu ver, no longo prazo, as ações tendem a superar outros tipos de investimentos. Porém, alocar 100% nelas eu pessoalmente acredito ser de um risco enorme (mesmo sendo em um fundo indexado como o PIBB11).

      Lembro-me até que em sua estimativa considerou o retorno real em ações de 8,0%. Logo, com uma NTN-BP 24 pagando ~6,5% porquê não alocar uma pequena parte do capital nela, sabendo que o risco da bolsa é bem maior do que neste título, que você pode levá-lo até o vencimento com a taxa contratada na compra?

      Concluindo, mesmo para portfólios de longo prazo (10 / 20 anos), alocar 100% em ações é mais arriscado do que usar uma leve diversificação do tipo 80% ações / 20% RF. Uma pequena alocação em RF já traria um benefício substancial a carteira, principalmente no quesito risco.

      Apenas minha opnião! Sinta-se à vontade para debater mais a fundo a questão. Seus comentários são de qualidade e embasados em importantes leituras.

      Grande Abraço!

  • Henrique,

    A questão não é apenas o risco menor, mas o retorno maior. O índice Sharpe da bolsa acaba sendo substancialmente maior.

    Não lembro no livro de falar desse Mix 50/50, mas sei que certamente esse portfolio tem um retorno médio bem inferior ao 100% equities.

    Ele chega a comentar outros mercados. Em todos eles o equity premium está presente. Apesar do retorno da bolsa americana ter sido acima da média, existem mercados com retornos maiores (Suécia, Austrália, p.ex.)

    O caso japonês realmente é um ponto contra, mas foi algo bem específico, o índice chegou ao P/L de 100 e o retorno dos últimos 20 anos foi uma consequencia do retorno ABSURDO q houve nos anos 80 do Nikkei.

    Pq vc acha q é um risco enorme? Estou mostrando justamente q o retorno pode n ser tao grande assim (nem tao pequeno, mas o suficiente para a preferencia pelas acoes).

    A NTN-BP 24 tem um retorno real abaixo de 5% a.a. se considerarmos IR, tx. CBLC e IR sobre a inflação, fora o risco de reinvestimento.

    Adicionar esses 20% de RF para prazos tão longos só aumenta o risco a meu ver, pelos motivos expostos acima.

    Desde já agradeço pela ótima discussão! Nao sei se existe outra pessoa no Brasil com quem eu possa ter uma conversa de nível tão alto!

    Abraços!

    • Henrique Carvalho

      Agredeço pelos elogios! Aproveito para comentar que seu blog está ficando cada vez mais “viciante” e interesasnte de ler!

      Uma discussão como essas merece uma resposta à altura.

      Entretanto, estarei viajando nesta madrugada para aproveitar o carnaval.

      Quando chegar de viagem preparo um post falando um pouco mais do risco do investimento em 100% ações (mesmo em um fundo indexado tipo PIBB11).

      Apenas adiantando, sobre a NTN-BP 24 você está totalmente correto em relação ao retorno real desta e o risco mencionado.

      Tenha um ótimo feriadão!

      Grande Abraço!

  • Pingback: Valores Reais » Controlando os impulsos de consumo na prática: como economizei + de 40% (R$ 30,84) usando a força do pensamento()

  • Pingback: Valores Reais » 0,05% a.a. não é só a taxa de administração do PIBB: é também a fatia do orçamento doméstico que o brasileiro reserva para livros…()

  • Pingback: Valores Reais » 5 razões para ter uma boa reserva em renda fixa (colchão de segurança)()

  • Pingback: HC Investimentos comemora 1 ano de aniversário! « HC Investimentos()

  • Pingback: Valores Reais » Resenha: The Intelligent Asset Allocator, de William Bernstein (livro em inglês) – Parte I: Introdução, e Capítulos 1 a 6()

  • Pingback: Valores Reais » Uma palhinha sobre Value Averaging()

  • Ana Ferreira

    Ola Henrique adorei as dicas que aqui tens, e por isso gostaria de te pedir ajuda. Neste momento vou comecar a minha investigação para a minha dissertação(mestrado) cujo o tema e Dominio das distancias culturais e perfomance do investimento no estrangeiro…basicamente tou a procura de td e mais algo que tenha haver com investimentos…gostaria de saber se me poderias sugerir alguns livros sobre esta materia. Deixo te aqui o meu email, para o caso de me poderes dar algumas digas.(ana.cacu4@gmailcom)
    Obdg

    • Henrique Carvalho

      Ana,

      Tentei mandar o e-mail para este indicado no término do seu comentário, porém, ele retornou para mim.

      Poderia me enviar seu e-mail através da área contato do site?

      A disposição!

      Henrique Carvalho

  • Pingback: Valores Reais » Um bom caminho para uma vida pós-independência financeira tranqüila()

  • Willy Fog

    Rapaiz depois de ler esse texto fiquei com vontade de ler tudo esses livros aí hehe.

    Na verdade meu nível de inglês não é tão bom como o seu para tal façanha. De acordo com a sua divisão de fases de leitura, ainda não cheguei na fase de ir na Amazon e comprar livros estrangeiros, estou na fase de concluir que os livros de finanças aqui no Brasil mudam de autor, mas parece que a idéia transmitida é a mesma, é claro que existem vários livros sobre vários temas, mas tenho a impressão que a idéia transmitida em livros similares não muda muito.

    Gostaria de sugerir a você que é um expert em finanças, e aproveitando todo o conhecimento que tens de suas leituras em inglês, e caso tenha tempo, escrevesse um artigo sobre o vocabulário básico de finanças em inglês, com palavras específicas da área que qualquer um que queira começar a ler finanças em inglês deveria saber. É possível isso??

    Abcs

    • Henrique Carvalho

      Muito legal a idéia Willy!

      Já está anotada aqui como sugestões de artigos. Certamente trará conhecimento para todos aqueles que estão iniciando suas leituras de livros estrangeiros.

      Abraço!

  • Hajy

    Henrique,
    Realmente os teus artigos são impressionantes, pretendo começar a lê-los em ordem, desde o início. Assinei o blog e sempre recebo as atualizações, e acabo lendo por lá mesmo.
    Mas enfim, já tive a sorte de aprender o quão é frutífero ler, inclusive sobre assuntos específicos (no meu caso anterior foi a Sociologia).
    E a Economia é uma das minhas paixões, porém meus conhecimentos não vão muito além do senso-comum (inclusive desconheço grande parte dos termos mencionados). Assim, gostaria de saber se tu poderia otimizar esse meu caminho na leitura.
    Como o meu inglês é BEM básico e desconheço os termos específicos, me limito ao Português…
    Estava lendo os comentários e o “Hotmar” mencionou estes 3 livros:
    Dinheiro e Vida
    Faça Tudo Acontecer
    Investindo em Ações no Longo Prazo

    São um bom começo? Se puder me dar essa ajuda, fico MUITO grato.

  • Hajy

    Henrique,
    Muito obrigado, vou ver se já compro “Os Segredos da Mente Milionária” hoje.
    Um abraço!

  • Pingback: Valores Reais » Resenha: Asset Allocation: Balancing Financial Risk, de Roger Gibson (livro em inglês)()

  • Diego Teixeira

    Muito bom Henrique! Isso é o que precisava, para fazer minhas compras nos EUA!!! rsrs

    Depois destes, você poderia passar para a literatura de análise fundamentalista, tenho certeza que irá agregar muita informação para você!

    Vlw e abraços!

  • Leonardo

    De vez em quando volto aqui para pegar mais uma sugestão de leitura. Acabei de ler o Investor’s Manifesto, que é simplesmente espetacular e imperdível. Não é possível que tanto conhecimento útil reunido numa leitura agradável possa custar só 13 dólares. Obrigado pela indicação. Agora estou comprando o All About Asset Allocation. Parabéns pelo blog.

    • Henrique Carvalho

      Que bom que gostou Leo!

      O Bernstein é muito bom! Os livros deles são excelentes!

      E esse All About Asset Allocation é meu livro preferido sobre o tema! Tenho certeza de que irá gostar!

      Abraços!

  • Thiago

    Muito bom os artigos, Henrique, parabéns. Conheci o blog semana passada, e estou até hoje lendo todos os posts. Este pra mim foi o que mais ajudou, já que estou pensando em fazer meu portfolio mas estava muito perdido com tantas opções e propagandas de fundos. Já estou lendo o All About Asset Allocation, e realmente é sensacional. Uma dica para os iniciantes é comprar ele pelo kindle. Além de você não ter que esperar os quase 30 dias para a Amazon te entregar o livro, no kindle é só você selecionar um termo desconhecido, e ele procura em dicionários e na wikipedia automaticamente. Isso é ótimo para os termos financeiros.

    Abraço

    • Henrique Carvalho

      Olá Thiago!

      Obrigado pelos comentários e sinta-se à vontade para percorrer todo o blog!

      Após ler estes livros recomendados garanto que você verá um novo mundo de investimentos.

      Ótima leitura. Caso queira compartilhar algum comentário sobre os livros, até mesmo novas indicações, deixe um comentário aqui no HCI!

      Abraços!

  • Fernando Royer

    Olá Henrique…
    Gostaria muito de ler estes livros, porém meu inglês é básico…
    Para aprender inglês, qual curso ou método você recomenda?
    Abraço

  • Pingback: Imperdível: 10 motivos para você ler e praticar o livro Alocação de Ativos, de Henrique Carvalho! « Valores Reais()

eBook-alocacao-ativos