Investimento em Ouro – Uma Visão Crítica Histórica


Leia nosso guia completo e atualizado sobre como investir em ouro. Saiba como investir em Ouro com apenas R$ 5.000 e no conforto de sua casa.

O ouro, por ser um investimento pouco conhecido raramente figura na alocação de ativos de uma carteira dos investidores brasileiros.

Entretanto, sua rentabilidade nos últimos anos tem sido extremamente generosa.

Ao longo deste artigo veremos uma visão histórica e atual sobre o investimento em Ouro.

2010 tem sido um ano de muitas surpresas no mercado financeiro.

Enquanto o Ibovespa apresenta uma singela variação de +3,37% no ano, o índice de small caps (SMLL) está com uma variação de mais de 20% no ano.

Entretanto, existe um ativo que vem brilhando ainda mais do que o SMLL. Arriscam algum chute?

Nem tudo que reluz é Ouro?

ouro-rentabilidade-ativos

Com uma rentabilidade impressionante de +41,94% no ano de 2010 (dados até 21/11/2010), o Ouro se mantém na liderança isolada dos ativos mais rentáveis do ano.

Somente neste mês de novembro, ele está com uma rentabilidade de 10%, segundo dados da BM&FBovespa.

Se você notar a “coincidência”, os piores ativos no gráfico são justamente moedas (Dólar e Euro)! Fica então a pergunta:

Será que é o Ouro que está subindo ou as principais moedas mundiais que estão perdendo valor?

Esta discussão vai longe…mas não nos custa nada notar esta “coincidência”.

Entretanto, será que estamos sofrendo da miopia da análise e do data mining ao observar apenas 11 meses de um ano e julgar os resultados como pura verdade?

Nos últimos 5 anos…

ouro-rentabilidade-desde-2005

Desde a criação do índice Small Caps (SMLL), em setembro de 2005, o Ouro vem apresentando rentabilidades acima do Ibovespa, do CDI e até mesmo do SMLL.

Novamente, podemos observar a razão inversa entre a rentabilidade do Ouro e das moedas, Dólar e Euro. Repito a citação anterior:

Será que é o Ouro que está subindo ou as principais moedas mundiais que estão perdendo valor?

Na análise de 11 meses, vimos que o Ouro apresentava resultados no mínimo curiosos para um ativo que não rende juros nem dividendos. O que dizer então desta análise de 5 anos?

Embora não seja uma análise de longo prazo, acima de 10 anos, considero estranho ver o Ouro apresentando um desempenho acima do Ibovespa, do CDI e do próprio índice de small caps (SMLL).

Com uma rentabilidade acumulada de 187,42% ou anual de 22,27%, será que poderemos esperar que, nos próximos 5 anos, este desempenho se repita?

Acho muito improvável, mas quem sou eu para prever as direções do mercado. Ninguém pode.

Você não pode mudar a direção do vento, mas pode ajustar suas velas

Gold | Dollar Index

ouro-x-dolar

[crédito da imagem]

Analisando o gráfico histórico do Dollar Index [veja aqui sua composição] e do Gold, vemos que a correlação negativa entre os dois é bem clara.

O gráfico não está atualizado com os dados de 2009 e 2010, o que mostraria ainda maior discrepância entre os dois, já que o Gold está hoje em U$ 1.354,10 [fonte] e o Dollar Index em U$ 78,50 [fonte].

Notem como o Gold subiu forte nestes últimos 2 anos e como esta década é a “Década de Ouro”

ouro-grafico-historico

Ouro: A próxima bolha?

gold-dollar-index

[crédito da imagem]

Este é um gráfico interessante pois mostra a relação entre dois ativos (Gold / Dollar Index).

Atualizando os valores deste, teríamos hoje um valor impressionante de 17,25 (1.354,10 / 78,50), valor bem acima do pico atingido em 1980.

De acordo com todos os pontos analisados até aqui poderíamos dizer que o Ouro é a próxima bolha da vez?

Ao que tudo indica, ou estamos vivendo uma profunda crise do papel moeda, ou o Ouro realmente apresenta-se em um padrão de Bolha.

Deixo como reflexão final um gráfico que mostra o comportamento de 3 ativos numa situação “pré-bolha” e “pós-bolha”.

O padrão das Bolhas

ouro-bolha

[crédito da imagem]

Não deixa de ser curioso observar que o Gold está caminhando nos mesmos passos que os índices de ações do US e do Japão caminharam antes de sofrerem grandes perdas.

Conclusão

Não acredito que seja válido um investimento em Ouro neste momento.

Afinal, é quando justamente os ativos apresentam cotações recordes e maior rentabilidade em prazo superiores a 5 anos que devemos evitá-los.

Acredito na teoria da regressão à média e na relação entre retorno x risco nos diversos investimentos.

Portanto, vejo uma relação retorno x risco no Ouro muito assimétrica, ou seja, baixo retorno esperado com um alto risco.

Pessoalmente, julgo ser sensato ter em torno de 5% em Ouro na carteira e por isso manterei este padrão.

Entretanto, não me sentiria nem um pouco confortável se tivesse de comprar Ouro. Toda cautela é pouco!

Gostou do artigo? Compartilhe!

Sobre o autor

Henrique é especialista em alocação de ativos, eleito um dos 5 melhores educadores financeiros do Brasil em 2012/2013. Continue Lendo aqui!

  • Jardim

    Caro Henrique,

    acredito que enquanto os EUA não apresentar níveis apreciáveis de crescimento, continuar a imprimir moeda e injetar liquidez a desconfiança com relação ao valor do dolar vai permanecer. Do outro lado do Atlântico o Euro sofre desgaste por conta dos enormes problemas fiscais dos países membros. Dessa forma e com China e India comprando ouro para suas reservas, o raly do metal deve continuar. Deve ser o fly to quality .
    Abraços

    • Henrique Carvalho

      Olá Jardim!

      Obrigado pelo comentário!

      Vamos ficar de olho até onde vai este fly to quality.

      Só é um pouco estranho ver um aumento de 100% no valor do Ouro em apenas 2 anos. Será que muita coisa mudou neste pouco tempo para um avanço tão forte?

      Será que só agora as pessoas e as economias estão se dando conta da crise do Dólar?

      Abraços!

      • Jardim

        Henrique,
        veja que não foi só o ouro que teve um raly de 100% em 2 anos. Vejamos, se pegar no grafico a disparada do ouro apartir de nov 08, veremos que ele acompanhou a disparada de outros ativos como:

        – niquel de 10k para 20k
        – cobre de 3k para 8,5k
        – oleo de 35 para 85
        – soja de 16 para 30

        podemos inferir que o aumento das commodities deve-se ao fator China. Na minha opinião o fator China é um dos componentes, o principal seria o derretimento do dólar

        Abração

        • Henrique Carvalho

          Ótima observação amigo!

          Abraços!

  • Henrique,
    Com a desvalorização do dólar e outras moedas acredito ser algo natural a valorização do metal. Como há interesse dos EUA e da China na desvalorização de suas moedas, vejo o dólar ainda com tendência de valorização.
    Particularmente não me sinto a vontade em investir em ouro, é um ativo de humor estranho. Na verdade eu que não entendo muito e não invisto no que não conheço o funcionamento.
    Gostei do artigo, vou ficar mais atento ao metal;
    Abraço, boa semana!

    • Henrique Carvalho

      Olá Jônatas!

      Obrigado pelo comentário amigo!

      Fundamental sua observação:

      “não entendo muito e não invisto no que não conheço o funcionamento.”

      Como isso é raro hoje em dia. O que já vi de pessoas perdendo dinheiro com algo que não conhecem (opções, pirâmides, especulações de todo tipo…).

      No que eu puder lhe ajudar em relação aos investimentos, conte comigo!

      Abraços!

  • O que define uma bolha? É um padrão de preços em um gráfico? Ou é uma elevação dos preços muito acima do valor justo sem uma fundamentação?

    Será que a valorização do ouro é só especulação sem fundamento? Ou será que a continua desvalorização das moedas, Dolar, Euro, Yuan (artificialmente desvalorizado), com os bancos centrais imprimindo bilhões (vide o quantitative easing II); além de todos as grandes economias mundiais como EUA, Inglaterra, Japão e vários países da Europa estarem todos quebrados não seriam um forte motivo para a valorização do ouro??

    Enquanto os bancos centrais continuarem com esta mesma politica inflacionária o ouro vai continuar valorizando e o Dolar e Euro vão continuar desvalorizando.

    • Henrique Carvalho

      Olá Inv.Fin!

      Obrigado pela sua opinião!

      Como é difícil ter certezas no mercado não é mesmo?

      É por este motivo que a solução sempre será diversificar!

      Abraços!

  • Fabiano

    Henrique,

    Primeiramente parabéns pelo post e pelo blog (faz pouco tempo que comecei a acompanhar através da indicação de um amigo).
    Aproveitando o gancho do assunto, teria como você indicar quais são as formas de investimento em ouro disponíveis no Brasil?
    Fiz algumas pesquisas pela internet mas descobri apenas a OuroMinas.

    Abraço!

    • marcelo

      Costumo especular com ouro no Banco do Brasil, que trabalha com “ouro escritural”, ou seja, o metal permanece no cofre do banco, mas “custodiado” em nome do investidor.
      Problemas: tarifa de custódia e “spready”: vende acima do preço da BMF e compra abaixo.

      É possível também comprar moedas comemorativas do BC (ouro ou prata) e medalhas (casa da moeda). Não sei se há disponibilidade de krugerrands no Brasil.

      Quanto ao artigo do HC, gostei da análise. Penso, como os colegas, que a valorização do ouro decorre do excesso de emissão de dólares: o FED imprime bilhões, trilhões, que vão para outros ativos, como ouro, prata, imóveis e ações em países em desenvolvimento etc.

      Será que o ouro vive uma bolha ou as moedas estão prestes a “quebrar”? Não sei.

      Fiz pequena especulação com ouro este ano: compras no BB a 73 e 74, venda, semana passada, a 85. Lucro no bolso.

      Pergunto: que outras opções para especular com ouro estão disponíveis? Que corretoras atuam na BMF? Alguma dica do HC?

      • Henrique Carvalho

        Olá Marcelo!

        Muito interessante seu comentário!

        Se não se importar, poderia falar mais sobre esta forma de investimento, diretamente pelo BB?

        1. É preciso ter conta no banco para fazer as operações?

        2. Geralmente, o spread é de quantos %? (Na ourominas gira em torno de 5%-10%)

        3. Quais outros custos você paga nesta operação? (Custódia, alguma taxa de operação)

        4. É possível fazer esta transação pela internet ou somente indo ao Banco?

        Se não for pedir demais, poderia fazer uma simulação de uma compra de R$ 10.000 ao preço de R$ 70,00 (na BM&F) e venda de R$ 80,00 (na BM&F)?

        Acho que ajudaria bastante a esclarecer esta modalidade de investimento em Ouro!

        Uma outra forma de investir em Ouro seria através da BM&F (OZ1D, OZ2D). Entretanto, não sei exatamente quais corretoras estão autorizadas a atuar.

        Abraços!

    • Deuteron

      Já fiz esse comentário antes, mas aqui vai novamente: a melhor opção, no meu entender, para pagar pouco spread é a compra de mini-contratos de ouro na BMF (10g e 0,225g). Corretora sugerida: Socopa (https://negocios.socopa.com.br/Conteudo/CustosOperacoes2.aspx).

      Abs.

      • Henrique Carvalho

        Muito obrigado pela lembrança Deuteron!

        Abraços!

    • Henrique Carvalho

      Olá Fabiano!

      Obrigado pelas considerações!

      Investir em Ouro: Basicamente, as formas mais comuns são: Ourominas (alto spread) e Mercado Futuro BM&F. Veja OZ2D (10g), por exemplo.

      Abraços!

  • Ótimo artido!

    Quanto a comprar ouro, eu não acho muito atrativo comprar cartões da OuroMinas e para comprar na BM&F precisa de uma quantia alta de dinheiro.
    No meu caso, reservar 5% em ouro de uma maneira que as despesas não sejam onerosas não é possível. Só pensarei a respeito mais no futuro.

    Abraços.

    • Henrique Carvalho

      Valeu Fabrício!

      Considerar custos da transação com Ouro (que é caro) é sempre muito importante para avaliarmos sua viabilidade.

      Grande Abraço!

  • michel miotto barbosa

    Prezado Henrique.
    Penso que as bolhas trocam de endereço, leia-se ativos e apartir dai atingem os estados-nações.

    Minha duvida neste momento é. Está na hora de montar uma posição em dolar + euro – acreditando que estes já chegaram
    ao fundo e agora subiriam, mesmo que vagarosamente.

    • Henrique Carvalho

      Acho que o ideal Michel é sempre termos em mente quanto de nossa carteira estaremos investindo nestes ativos.

      Isso nos dá muito mais tranquilidade para manter nossa estratégia. Então, se prefere alocar 10% Câmbio, continue com esta estratégia.

      Afinal, 90% do retorno de uma carteira está diretamente ligada à sua alocação de ativos e menos de 10% ligada ao market timing.

      Abraços!

  • Guilherme

    Vendo essa visao de LP da SELIC, o que vc acha de titulos pré-fixados?

    Hj o LTN 010113 esta pagando 12,52!!

    Eu, alem dos pré, gosto dos títulos indexados ao IPCA.

    • Henrique Carvalho

      Vejo com bons olhos esta taxa de 12,52% na LTN 2013.

      As taxas subiram rapidamente e acredito que é uma oportunidade que deveria ser aproveitada por quem pretende alocar em pré.

      NTN-BP 2015 também está interessante!

      Estou vigiando esta subida das taxas de perto!

      Abraços Guilherme!

  • Excelente artigo, Henrique!

    Parabéns (aplausos de pé)!!!

    Espero que nenhum leitor inteligente do blog esteja começando justamente agora a montar sua posição concentrada em ouro…….rsrsrsr…..afinal, se a máxima “rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura” vale para alguma coisa, vale mais ainda para ativos que subiram demais durante determinado período de tempo, particularmente os períodos mais recentes de tempo. Conhecem aquela máxima “aqueles que não aprendem com a história, estão condenados a repeti-la?”… pois é…..pois é….

    4 são as condições para a formação de bolhas:

    – uma revolução tecnológica em curso (dot.com), ou uma mudança nas práticas financeiras;
    – liquidez, i.e., crédito fácil (hipotecas subprime);
    – amnésia da última bolha. Isto geralmente leva uma geração (20-30 anos);
    – abandono dos métodos consagrados de avaliação de ativos, geralmente causado pela chegada, em massa, ao mercado, de investidores inexperientes (Brasil 2008).

    Não sei se existe uma formação de bolha de ouro. Isso, só o tempo dirá. Agora, que esse ativo se valorizou muito nos últimos tempos, ah, sim, e como se valorizou, não há dúvida.

    A questão é que, quanto maior o preço do ativo, menor será sua expectativa de retorno futuro. Afinal, com cada vez mais gente comprando ouro, é natural e lógico, muito lógico, que tenha cada vez menos gente que não tenha ouro comprado. Afinal, se todo mundo for proprietário de ouro, quem irá comprá-lo? Uma hora a rampa desce ladeira abaixo…

    Temos que tomar cuidado com a euforia que circundam certos ativos, em certas e específicas circunstâncias. Quem não se lembra da bolha da Internet? Ou da bolha das ações brasileiras? Ou da bolha do Índice Nikkei no final dos anos 90? O céu é o limite? Não tem como cair? É mesmo?

    Repito: “aqueles que não aprendem com a história, estão condenados a repeti-la”.

    Não vou dizer aqui se há ou se não há bolha, ou se haverá ou não haverá bolha. Mas temos que ser cautelosos com investimentos que subiram demais nos últimos anos.

    Por fim, encerro esse comentário com a advertência preciosa de John Templeton: “the four most expensive words in the English language are: ‘this time, it´s different’.” 😀

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Henrique Carvalho

      Perfeito comentário Guilherme!

      Você expressou exatamente o que eu queria dizer, mas de forma bem mais direta! Sensacional mesmo!

      E, ao longo da leitura de seu comentário, parecia que eu estava revisando os livros sobre Asset Allocation. Muito bom! Impressionante a forma e a rapidez com que você pegou os conceitos dos livros!

      Tomo a liberdade de deixar a frase citada por você para gerar profunda reflexão aos leitores:

      “the four most expensive words in the English language are: ‘this time, it´s different’.”

      Grande Abraço meu amigo!

      • Muitíssimo obrigado, Henrique!

        Realmente, as 4 condições para formação das bolhas eu tirei do livro Four Pillars, que estou atualmente lendo. Os livros sobre Asset Allocation deram uma guinada de 180 graus na minha visão de investimentos. Profundidade técnica e rigor matemático são duas habilidades boas para se aprender, e muito úteis em finanças.

        Seus artigos são demais. Eu sei que você vai discordar do que eu vou dizer, mas é a mais pura verdade: HC Investimentos é o melhor blog sobre investimentos no Brasil. 😀

        É isso aí!
        Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

        • Henrique Carvalho

          Muitíssimo obrigado pelos elogios Guilherme!

          É muito gratificante saber disso!

          E quando acabar de ler o Four Pillars aguardarei ansiosamente mais uma ótima resenha de um ótimo livro!

          Asset Allocation é uma maravilha! Também passei a ver o mercado com outros olhos! Essa tranquilidade de saber o que se está fazendo não tem preço!

          Abraços!

  • Henrique, ótimo artigo.

    Mas tenho uma visão diferente, como escrevi alguns dias atrás: http://platteon.blogspot.com/2010/11/bolha-do-ouro.html .

    “Gold is money and nothing else.” – JP Morgan, 1913.

    A linha de pensamento que deve-se seguir é que patrimônio é ouro e não papel moeda.

    A cada dia que passa estamos mais próximos do fim do dólar: hoje o FED já é o maior detentor de títulos americanos – um absurdo!

    Imagina se fosse o Brasil ou a Argentina fazendo isso… por enquanto, é “só” a UE e os EUA. Por isso que acredito que houve alta no mercado de ações e dos metais preciosos. Os investidores não tem aonde ir!

    Seria como você investisse em títulos de determinada pessoa e quando ela não pudesse mais pagar, criasse dinheiro para efetuar os pagamentos. No mínimo, você ficaria desconfiado.

    • Henrique Carvalho

      Olá Thiago!

      Muito obrigado pela sua opinião e pelo excelente artigo no seu blog!

      E interessante você citar o Jim Cramer. É um exemplo excelente de indicador contrário, conforme você mesmo escreveu no blog. É tipo capa da Newsweek. Eles só recomendam ações quando até o zelador do prédio está investindo em ações. Quando a “melhor oportuntidade” cai na boca do povão é que devemos ter grande cautela…

      Abraços!

  • investir40

    Parabéns pelo artigo.

    Acredito que o ouro ainda continuará sua trajetória altista, enquanto os governos continuarem a fazer os absurdos que estão fazendo.

    sucesso

    investir40

    • Henrique Carvalho

      Obrigado pela opinião invetir40!

      Abraços!

  • Fabrizio

    Henrique, vc acha que as taxas do tesouro ainda vão subir?
    Que título está achando mais interessante?

    • Henrique Carvalho

      Saber se vão subir ainda mais é difícil…tudo depende da inflação esperada, que voltou a dar as caras!

      LTN 2013 e NTN-BP 2015, na minha opinião, são os melhores!

      Se preferir um retorno ainda melhor, consulte as debêntures (reservas até 01/12). Você encontra todas as informações necessárias no Valores Reais.

      Abraços!

  • HELISON

    Olá HC,

    Tenho uma duvida a respeiro de taxa de custodia.

    Caso eu tenha conta em duas corretoras e tenha ações em ambas, nese caso eu tenho que pagar custodia nas duas…

    Como elas só repassam a custodia, pois a mesma quem cobra é a CBLC, eu estaria pagando duas vezes à mesma instiuição pelo mesmo serviço. Não é justo!

    E se eu tenho debentures Bndespar em uma e ações em outra, minha custodia seria..

    6,90 semestral em uma e 6,90 mensal em outra.

    Quando se tem ações em custodia, a taxa das debentures é isenta, paga-se apenas a custodia mensal de 6,90 pelas ações, mas issu funciona em corretoras diferentes ou terei de pagar conforme mostrado acima?

    O certo seria pagar apenas uma custodia pois os titulos/ativos estam na CBLC e não na corretora, logo eu deveria pagar 6,90 mensal das ações e SÓ!

    Desde ja agradeço!

    • Henrique Carvalho

      Nem sempre as coisas são do modo que queremos! hehe

      A vida é assim mesmo! Life is unfair my friend…

      Mas se você tiver ações na corretora, não é cobrada custódia das debêntures mesmo!

      Abraços!

      • HELISON

        Entaum eu vou mesmo pagar uma custodia para cada corretora?

        Sendo 6,90 semestral na corretora onde esta a debenture e 6,90 mensal onde estam as ações. Sendo que esta ultima me isenta da taxa caso eu opere ao menos uma vez.

        • Henrique Carvalho

          Pelo meu entendimento sim Helison!

          Abraços!

  • Acredito que esse movimento “fly to safety” deve continuar, como os títulos do tesouro americano estão rendendo menos (justamente porque está todo mundo querendo comprar) a saída é aplicar em metais pra obter uma rentabilidade maior. Não só o ouro tem subido muito mas a prata também. O problema é que já subiu bastante, quem pegar agora está pagando caro.

    É um assunto muito complexo também, envolve a atual situação econômica dos países desenvolvidos, a crise fiscal na Europa (a Grécia já “quebrou” na minha opinião) e a guerra de moedas. São vários os fatores que afastam os investidores dos ativos nas bolsas, portanto é sensato manter o foco em aplicações mais seguras.

    Não tem como ficar me estendendo muito mas está tudo interligado: metais x moedas x ativos x títulos públicos x taxa de juro.

    Abcs,

    • Henrique Carvalho

      Obrigado pelo comentário FI!

      O problema é até quando o Ouro continuará subindo infinitamente…sabemos que no mercado não existem certezas e é preciso estar prevenido para qualquer situação.

      Abraços!

  • Marcos

    Caro Henrique, me desculpe fazer tal comentário, mas cada vez mais suas “analises” estão totalmente fora, sem bases fundamentais algumas. Apenas correlação de gráficos, e com excel ,ainda que limita extremamente a análise dos dados. Já pensou em ver além do Excel ? a frequência é outro domínio.
    O que de fato leva a afirmar que o ouro possa estar em situação de bolha ? um gráfico dos preços ? uma resistência ? Deixe isso para a famigerada “analise técnica”. O que de fato poderia ser afirmado para a existência de uma bolha sobre o preço do ouro seria através de uma análise de VALOR, baseada em fundamentos.
    Já no gráfico “O padrão das Bolhas”, bizarro essa sobreposição de gráficos para quem leva economia um pouco a sério.
    Só um exemplinho prático rápido: Vamos colocar o gráfico da AMBV4 junto, no período de jan/2009 a jan/2010, opa olha a bolha, até hoje subiu mais 35%, como assim?Ahhh, havia esquecido de olhar os fundamentos, apenas o gráfico estava parecida com as principais crises, balela.

    Gosto muito dos seus artigos, mas ultimamente os que você tem postado aqui e em demais blogs estão extremamente sem embasamento, havendo uma tendência para o à-toa.
    Outra coisa, já pensou o que acontece se um ativo realmente tende a média… Isso é num mundo de filosofia Coeteris Paribus.
    Por sinal, a correlação do ouro com o ciclo lunar é negativa, já notou ?

    • Henrique Carvalho

      Olá Marcos!

      Este é um espaço totalmente democrático. Portanto, sinta-se à vontade para discordar das idéias propostas no artigo.

      Entretanto, acredito que seu comentário esteja totalmente sem referência nenhuma.

      O gráfico do padrão das bolhas não fui nem eu que fiz. É uma análise de um site americano. E, mesmo assim, ele não está ali para afirmar que existe uma bolha no preço do Ouro. Seu intuito é causar uma reflexão sobre a coincidência da rápida subida de preços com o posterior estouro da bolha.

      Também acho fácil dizer fundamentos do Ouro, já que todos sabemos que existe um motivo por trás desta subida toda. Porém, qual é o valor justo então para o Ouro, segundo os fundamentos? Difícil responder não é mesmo? Eu prefiro acreditar na relação histórica entre os investimentos e quando vejo o Ouro com rentabilidade acima de ações e CDI nos últimos 5 anos eu fico com receio de colocar mais do que 10% neste investimento.

      Aliás, no livro The Intelligent Asset Allocator, Bernstein faz um estudo com uma carteira ótima nos últimos 5 anos e projeta esta mesma para os próximos 5 anos. O que acontece? Pífia rentabilidade…O mercado, no longo prazo, tende a ajustar excessos.

      Não vou me estender muito, mas para gerir uma carteira de forma eficiente é necessário sempre analisar os retornos e riscos dos investimentos. E, neste momento, a relação retorno x risco está bastante assimétrica ao meu ver no Ouro. Baixo retorno esperado para um alto risco. Melhor limitar a exposição a este investimento e olhar para outros (RF, FII, Ações).

      Abraços!

  • Maspimentel

    Caro Marcos,

    Podemos expressar nossas opiniões de uma forma um pouco mais educada. Afinal, investidor deve ter também algum requinte educacional – além do financeiro – na minha opinião. Faltou um “Q” de cortesia no seu post. Sementem ut feceris, ita metes.

  • Sabe Nada

    Acho natural esse questionamento quanto à possibilidade de bolha do ouro. Que tal tentar observar como o ouro se comportou nos últimos 200 anos? X gramas de ouro compravam uma fazenda em 1810. E em 2010, compram o quê? Até onde sei, há um ganho real com o ouro, uma vez que o mesmo é a moeda de verdade, e os ganhos de produtividade da humanidade deflacionam os preços em ouro.
    O ouro não surgiu como moeda à toa. É reconhecível, fungível e tem disponibilidade limitada. Que percentual dos ativos financeiros era alocado em ouro há 100 anos? E hoje? Seria tão improvável um forte abalo das fiat-currencies ao redor do globo, com crises soberanas disseminadas?
    Respeito muito quem aloca parte do patrimônio em ouro no intuito de preservar (e aumentar, no longo prazo) o poder de compra.
    Concordo com o comentário que disse que gráficos não me falam nada.

    • Henrique Carvalho

      Bons questionamentos!

      De fato a análise que fiz é apenas um alerta e toca apenas em pontos mais superficiais.

      Seria necessário cavar bem mais fundo para responder a todas estas questões.

      Mas no fim, todas as análises que fazemos irá se resumir na alocação que desejamos para nossa carteira.

      Me parece sensato alocar apenas 5% da minha carteira em Ouro.

      Abraços!

  • Henrique,

    Excelente artigo! É importante notar que, no longuíssimo prazo, e se descontarmos a inflação, veremos que o ouro está, na verdade, bem subvalorizado. Mas o caminho dos últimos dez anos é de alta forte mesmo.

    Escrevi sobre o tema no meu blog: http://opequenoinvestidor.com.br/2010/08/o-preco-do-ouro-pode-subir-ainda-mais/

    • Henrique Carvalho

      Muito obrigado Fábio!

      Seu artigo é de grande valia e ajuda a ampliar a discussão em torno do preço do Ouro.

      O futuro, só o tempo dirá…enquanto isso, o melhor é diversificar. Sempre!

      Grande Abraço!

  • Dhyan

    Os comentários econômicos do Walter Eichelburg estão sendo publicados no Brasil no título “economia” do site http://www.inacreditavel.com.br.
    Suas previsões econômicas são infalíveis! Vale a pena ver seus comentários sobre Ouro.

  • Henrique meu filho…parabéns por mais um excelente artigo!
    .
    A corrida pelo ouro parece estar voltando:
    .
    [b]Lojas de câmbio lançam barrinhas de ouro de 5 e 10 gramas[/b]
    .
    [i]Com cotações recordes, pequenos investidores e clientes passaram a buscar produto; barras custam entre R$ 400 e R$ 2 mil[/i]
    .
    http://economia.ig.com.br/mercados/financeiro/lojas+de+cambio+lancam+barrinhas+de+ouro+de+5+e+10+gramas/n1237840778252.html
    .
    Abcs

    • Henrique Carvalho

      Willy!

      Muito obrigado pelo comentário e pela notícia.

      Como já diziam no mercado de ações e aplicando ao Ouro, quando até mesmo o zelador do prédio quer investir em Ouro (comprando estas barrinhas) é porque o retorno esperado não pode ser grande coisa…

      Pelo sim pelo não, melhor optar pela cautela. “Melhor estar meio certo do que totalmente errado”

      Abraços!

  • Pingback: Carteira HC Investimentos – Novembro/2010 [+0,78%] « HC Investimentos()

  • Denis

    Eu acredito fortemente que ouro ira subir bastante,como disse o amigo abaixo,enquanto os Estados Unidos nao conseguirem sair do buraco que eles cavaram,imprimindo mais dinheiro causando efeitos segundarios como inflacao fazendo o dollar depreciar para estimular o CONSUMO e nao pra quitar sua ENORME e quase impagavel divida externa (principalmente com os Chineses seu maior credor) , o ouro e a melhor saida. Pois a crise dos EUA continua,so que so vamos saber o dia que ela bater forte novamente e vir a midia.!
    Aqui tem uma boa reportagem (em ingles) sobre a situacao dos EUA
    http://www.cbsnews.com/video/watch/?id=7166293n&tag=contentMain;contentBody
    Abraco

    • Valmir Duarte Costa

      Penso que seria interessante o articulista renovar o estudo !

      Assim poderiamos ter uma visão mais crítica da oportunidade

      Abraços

      Valmir Duarte Costa
      http://www.cdbdireto.com

      • Olá Valmir!

        Pouca coisa mudou depois do estudo. O Ouro ainda está sendo cotado perto dos R$ 80,00. Valor que, na minha opinião, ainda está um pouco caro para o investimento de longo prazo.

        Entretanto, caso haja alguma mudança significativa de cenário farei uma atualização!

        Abraços!

        • Cláudio Brasil

          Olá Henrique:
          Parabéns pelos artigos! Há possibilidade de simular como ficaria um investimento no valor de, digamos R$ 10.000,00, como seriam os custos de aquisição(spread compra-venda) e a custódia(ou outros custos) anuais?
          Considero o ouro apenas uma commodity, acho um bom hedge contra a corrosão da inflação, a valorização acima da inflação é apenas um bônus. Bolha?  Como poderíamos avaliar esta possibilidade? Pessoalmente acho que pelos diversos motivos colocados pelos demais colaboradores creio que sua tendência é manter a valorização no médio prazo.
          Ab.,Cláudio

  • Pingback: Carteira de Investimentos: Estratégias e Resultados()

  • T Vidal O

    5% da carteira em depósito de ouro 24k repartido nas mais diversas frações.
    5% em ações de peso em ouro.
    20% em SMLL
    20% em tesouro (5>)
    50% commodity

    Não tenho qualquer segurança de ficar com cash na mão como têm aconselhado alguns austríacos. Vejo sim as possibilidades do ouro num mundo semi-apocaliptico para os padrões ocidentais, que não é o caso até o presente momento.

    Não tenho qualquer segurança de por dinheiro nas currencies da China, ou da Nova Zelandia.

    Mas você tem moral? Tem dinheiro? Aposte contra a sobriedade. China e Ouro.

  • Pingback: Otimização de Carteiras: O Guia Completo : HC Investimentos()

  • Pingback: Risco País (Risco Brasil): Definição e Dados Históricos()

  • Pingback: Carteira de Investimentos: Gerenciamento de Risco [Agosto]()

  • Interessante, realmente nos últimos dois anos todos só falam em Ouro.

    Eu fico de fora do que não estudo a fundo, no passado comprei muitas dicas infelizes de especilalistas
    boa análise

eBook-alocacao-ativos