[10/12] Atualização Mensal das 380 Carteiras (Outubro/2013)

carteira-de-invesitmentos

Bem-vindo à 10ª atualização da série Alocação de Ativos 2013.

Confira aqui todas as atualizações da série.

Vimos na atualização do mês passado que os resultados foram de  2,10% para a média das 380 carteiras e 4,65% para o Ibovespa.

Nesse mês, os resultados foram de  1,10% para a média das 380 carteiras e de para o 3,66% Ibovespa.

Continue lendo essa atualização para saber mais sobre:

  • Quais são os ativos mais comuns entre as carteiras?
  • Estatísticas surpreendentes sobre as 380 carteiras
  • Rentabilidade Mensal dos 80 Ativos e de todas as Carteiras
  • Ranking das Carteiras
  • Qual carteira possui o maior índice de sharpe?
  • Carteira Destaque do Mês
  • Relação entre risco x retorno das 90 carteiras

Conheça as 380 Carteiras de Investimentos!

Primeiramente, apresentando os 80 ativos da série.

Os 80 Ativos

80Ativos

Esses são os 80 ativos que ficaram disponíveis para as 380 carteiras investirem.

Eles cobrem muito bem as 4 principais classes de investimentos do mercado financeiro, possibilitando ótimas oportunidades para o investidor diversificar sua carteira.

Alocação Média das 380 Carteiras

Alocação Média das Carteiras

No gráfico acima você pode ver a alocação média das 380 carteiras de investimentos.

Observações:

  1. A alocação em Bolsa é a maior de todas, contrariando o padrão do ano passado.
  2. A alocação em Fundos Imobiliários (FII) ganhou força esse ano. Provavelmente, devido às boas rentabilidades em 2012 (35,01% para o índice – IFIX) e os artigos aqui do site.
  3. A baixa alocação em Câmbio me faz acreditar que o sucesso da Tríade Financeira como investimento é um ótimo caminho a seguir pela grande maioria dos investidores.

Devido ao grande número de carteiras não detalharei todas aqui no site.

Porém, para os curiosos de plantão e os preocupados com a transparência dos dados, coloquei as 380 carteiras com seus nomes e alocações nas planilhas abaixo.

É só escolher sua versão e baixar!

380 Carteiras Excel 2007   |   380 Carteiras Excel 2003

As 15 Maiores Alocações das Carteiras

TOP 15 Ativos das Carteiras

Gráfico bem curioso! Minhas observações:

  1. Predomínio dos ETFs na parte das ações. Nenhum ação individual está entre os TOP15, com alocação acima de 1,60%.
  2. IFIX como “carro-chefe” dos Fundos Imobiliários. Sendo o 3º ativo com maior alocação fica claro uma forte demanda por um ETF desse gênero.
  3. BCFF11B é o fundo imobiliário individual com maior demanda. Novamente, esse é um fundo de fundos. Portanto, uma tentativa dos investidores diversificarem ainda mais em fundos imobiliários sem precisar escolher 20 deles.
  4. NTN-B Principal. O fluxo de pagamentos nas NTN-Bs é ineficiente por conta do imposto regressivo na hora do pagamento semestral. Logo, os investidores preferem um título com pagamento único na data final.
  5. Ouro como proteção. Apesar da alocação média de apenas 3%, o Ouro aparece no TOP15 com 1,97% de alocação. Sem dúvida, um ativo com boa demanda e que merece ser melhor explorado. (clique AQUI para saber tudo sobre o investimento em Ouro)
  6. IMA-Geral. Parâmetro para aplicações em títulos públicos o IMA-Geral aparece em 6º lugar. Uma outra demanda pouco explorada aqui no Brasil pelos fundos de investimentos (também publicarei um artigo sobre esse tema)

Os 15 ativos mais populares e os 65 demais

TOP 15 Ativos x Outros Ativos

Apenas uma divisão entre os 80 ativos. Interessante notar como 15 ativos representam 64% e os demais 65 ativos apenas 36%.

Talvez se tivéssemos 100 ativos poderíamos observar o princípio de Pareto: 80% da alocação pertencendo a 20% dos ativos.

Curiosidades e Estatísticas das 380 Carteiras de Investimentos

Conforme tradição da série anterior, veja 10 curiosidades e estatísticas das 380 carteiras analisadas:

Estatisticas-Carteiras

Após essa introdução, vamos dar início as análises da série Alocação de Ativos 2013!!!

Análise Mensal do Retorno dos 80 Ativos

Distribuição-do-Retorno-Mensal-dos-Ativos

O gráfico completo com a rentabilidade de todos os ativos em detalhe você pode ver aqui.

Maior Retorno: BICB4, com 65,93%.

Menor Retorno: OGXP3, com -45,83%.

Retorno Mensal por Classe de Investimento

Retorno-Mensal-das-Classes

Este gráfico calcula a rentabilidade média de cada tipo de classe.

Por exemplo, a Classe Bolsa possui 39 ativos, sendo 11 ETFs e 28 ações.

Logo, calcula-se a média (sem ponderação) para essa classe, assim como para todas as outras.

Distribuição do Retorno Mensal: Renda-Fixa

rf-out

Maior retorno: NTN-B 2050, com 3,51%.

Menor Retorno: NTN-B P 2020, com 0,46%.

Esse é um gráfico bem interessante para acompanharmos, já que temos as variáveis:

  • Tipo de Título: Posfixado, Pré-Fixado, IPCA
  • Duração: Curto, Médio, Longo
  • Índices: IMA-Geral e IMA-Geral ex-C

Caso você ainda não esteja acostumado com esses índices sugiro dar uma olhada no site da Anbima e nesse PDF com a metodologia do índice.

Distribuição do Retorno Mensal: Fundos Imobiliários

Distribuição-do-Retorno-Fundos-Imobiliários

Maior retorno: ONEF11, com 9,55%.

Menor Retorno: FLRP11B, com -7,73%.

Aviso de sempre: Embora sejam fundos imobiliários e não apresentem a mesma magnitude de risco das ações, perceba a variação do retorno entre eles em um único mês. A lição: nunca esqueça de diversificar.

No longo prazo, uma carteira com Renda-Fixa + FII + Bolsa, formando a Tríade Financeira, tende a obter uma relação risco x retorno muito melhor do que uma carteira somente com Renda-Fixa + Ações.

Distribuição do Retorno Mensal: Câmbio

Distribuição-do-Retorno-Câmbio

Maior retorno: Ouro, com 1,71%.

Menor Retorno: Dólar, com -0,44%.

Distribuição do Retorno Mensal: Bolsa

Distribuição-do-Retorno-Bolsa

No gráfico acima, todos os 39 ativos de classe Bolsa, incluindo 11 ETFs e 28 ações individuais.

A alta volatilidade e risco das ações individuais nos obriga a escolher diversas delas para não sofrer tanto em momentos de pânico e não deixar de aproveitar momentos de euforia.

O debate entre ações individuais x ETFs de Ações irá sempre existir. Independente da sua preferência, diversifique sempre!

Maior Retorno: BICB4, com 65,93%.

Menor Retorno: OGXP3, com -45,83%.

Distribuição do Retorno Mensal: ETFs

Distribuição-do-Retorno-ETFs

Resolvi criar um gráfico especial para o merecido destaque aos ETFs.

Maior retorno: FIND11, com 5,45%.

Menor Retorno: MOBI11, com -0,99%.

Ícone curso Curso 100% grátis!

Junte-se a leitores que recebem as nossas 10 aulas grátis sobre investimentos!

380 Carteiras de Investimentos: Rankings, Retorno x Risco e Sharpe

Distribuição-do-Retorno-Mensal-das-Carteiras

No gráfico acima, você observa a distribuição do retorno das 380 carteiras nesse mês.

Média de Retorno das 380 Carteiras nesse mês: 1,10%.

Maior Retorno:  Crazy, com 23,36%.

Menor Retorno: Bola d Neve, com -21,08%.

O ranking detalhado do retorno mensal de todas as 380 carteiras você pode encontrar nas planilha abaixo:

download-excel

Carteiras (com ou sem) o suporte do eBook

eBook-Não-eBook

Conforme prometido, estou dando os devidos créditos ao pessoal que adquiriu o eBook Alocação de Ativos e participa da série.

São 163 carteiras (42,89% do total) que utilizam todo o potencial da alocação de ativos para investir.

No gráfico acima uma comparação entre o pessoal que adquiriu o eBook e que não adquiriu o eBook (ainda). 🙂

Não será uma regra as carteiras com eBook apresentarem sempre os melhores resultados.

Até o momento, todos os meses foram favoráveis para as carteiras apoiadas no eBook para todos os indicadores, como:

  • Maior retorno mensal
  • Maior retorno Anual
  • Menor risco
  • Maior índice de sharpe (como o índice de sharpe é negativo não faz sentido compará-los)

Para saber todos os detalhes sobre o material Alocação de Ativos basta clicar AQUI.

Relação Retorno x Risco

Retorno-x-Risco

A relação entre retorno e risco é um dos conceitos mais importantes do mercado financeiro.

Afinal, de que adianta um alto retorno se existe um alto risco inerente ao investimento?

Você pode ganhar 100% em um ano e perder 50% no outro e estará no mesmo lugar que começou.

As 10 Carteiras com Maior Índice de Sharpe

10-Carteiras-com-Maior-Índice-de-Sharpe

O índice de sharpe é um excelente indicador para medir:

  1. Retorno
  2. Risco
  3. Custo do Dinheiro

Quanto maior, melhor. O número positivo significa que a carteira gerou um retorno adicional ao CDI (ativo livre de risco) com baixo risco.

Você pode consultar o ranking completo do índice de sharpe das 380 carteiras baixando a planilha a seguir.

download-excel

Carteira Destaque do Mês

destaque-mes

Todo mês publicarei uma carteira destaque aqui nessa série.

A carteira da vez é a ROCH com as seguintes estatísticas:

  • Ranking Retorno: 2º no geral
  • Ranking Sharpe: 2º no geral

Das 10 primeiras carteiras, ela é a que apresenta uma ótima diversificação entre classes, com a alocação 45% | 30% | 5% | 20%.

Percebe-se que trata-se de uma carteira conservadora, que tem conseguido resultados consistentes nesse ano de 2013. Ano que até o momento tem sido difícil, apesar da recuperação do Ibovespa nos últimos 3 meses.

Resumo e Conclusão

carteira-de-invesitmentos

Abaixo uma comparação de dados (em 2013):

  • Média do Retorno das 380 Carteiras: -8,40%
  • CDI: 6,47%
  • Ibovespa: -10,99%

Artigos e Links para aprender além desse artigo:

Até a próxima atualização da série Alocação de Ativos em 2013.

Forte Abraço!

Henrique Carvalho

(crédito das imagens: shutterstock.com)

Sobre o autor

Henrique é especialista em alocação de ativos, eleito um dos 5 melhores educadores financeiros do Brasil em 2012/2013. Continue Lendo aqui!

  • Rochester Oliveira

    Opa, minha carteira em destaque duas vezes no ano? Que honra!

    Esse ano no geral está bem tenebroso, mas é nessas horas que a gente vê a importância da a locação de ativos!

    • Fico feliz que tenha gostado Rochester!

      A alocação de ativos em momentos como esse se faz mais importante do que nunca.

      Abraços!

  • Marcus Werneck

    Henrique,
    Poderia explicar como funcionam as alocações negativas, posso entender uma posição vendida em dólar ou índice ibovespa, mas em renda fixa?

    • Oi Marcus!

      Algumas posições vendidas podem ser alcançadas alugando um ativo e vendendo-o para depois recomprá-lo. Em alguns casos, é apenas uma teoria, como em Renda-Fixa, embora no mercado americano exista diversas formas de você conseguir isso.

      Abraços!

      • Breno

        No brasileiro também!!

        • Rochester Oliveira

          Acredito que ele estava se referindo a renda fixa quando disse que era teoria

  • wescleybpn

    Olá Henrique, mais uma vez parabéns pela série, continuo acompanhando sempre.

    Só uma coisa, o gráfico do retorno dos ativos de renda-fixa tá o de setembro ainda.

    Forte abraço!

    • Obrigado Wescley!

      É uma quantidade enorme de dados que fica difícil não ser perder…Obrigado pelo aviso. Já atualizei o gráfico.

      Abraços!

  • Leonardo Bopp

    Henrique, o gráfico de rentabilidade de renda fixa é o de setembro.

  • wagner

    Henrique. Sou novato no post e queria dar parabéns pelo belo trabalho. Comprei o ebook e estou concluído sua leitura.
    Sobre os ETFs e o índice IMAs quando pretende divulgar o artgo?
    Abraço

  • Marcel

    Bom dia, Henrique.

    Tenho uma duvida quanto a calcular o risco para o tesouro direto prefixado.
    Assumindo que eu nao irei retirar o dinheiro antes da data de vencimento, o valor recebido sera aquele pre-estabelecido, dessa forma, como calculo o risco ?

    Abraço.

    • Utilize sempre a marcação a mercado. Sobre risco (matemático), volatilidade através do desvio-padrão.

      Abraços!

  • wagner

    Henrique,
    Em relação ao investimentos cambiais tenho dúvida qual é a melhor opção para aplicar?
    Abraço
    Wagner

    • Fundos cambiais ainda são uma boa opção, apesar de taxas mais altas que fundos tradicionais.

      Abraços!

  • Wagner

    Prezado Henrique,
    seguindo o mesmo critério para calcular o preço justo de um FII, qual seria o valuation para os ETFs? Como definir o preço justo destes ativos? abraços e parabéns pelo trabalho

  • Pingback: Carteiras de Investimentos: Resultados de Novembro/2013()

  • Pingback: [11/12] Atualização Mensal das 380 Carteiras (Novembro/2013) | Economia de forma rápida e descomplicada()

  • Dalcio

    Olá Henrique,
    Primeiramente parabéns pelo trabalho fantástico q vc realiza neste site.
    Segundo, se vc puder me ajudar, no que se refere ao trabalho junto com a corretora, gostaria muito de saber os pros e contras de operar no homebroker ou operar na mesa.
    Abraço.
    Dalcio.

  • Pingback: Carteiras de Investimentos: Resultados de Dezembro/2013()

  • ramalho

    Boa tarde, preciso de ajuda.

    Trabalho em uma empresa que tem mais de 100 imóveis, ja cogitamos participar ou até criar um FII , mas desistiram, não compramos e nem venderemos, ou seja, a carteira não oscila, agora quero fazer uma apresentação dessa carteira que existem imóveis, locados, vagos, invadidos, comodato, emprestado e uso pessoal, tenho todas as características dos imóveis,

    Mas o que devo mostrar ? receita, rentabilidade do que esta locado, possível receita dos vagos, valorização de mercado, situação dos imóveis, o que é interessante para a diretoria enxergar ?

    Existe algum apresentação parecida com essas características?,

    seria graficos, tabelas o que ?

    Espero que tenham entendido.

eBook-alocacao-ativos