[Planilha de Risco] Como Calcular o Risco (Volatilidade) de um Investimento?

92 Flares Facebook 36 Twitter 18 Google+ 5 92 Flares ×

calculadora2 [Planilha de Risco] Como Calcular o Risco (Volatilidade) de um Investimento?Este artigo faz parte da série Planilhas Financeiras.

Calcular o risco de um investimento nem sempre é uma tarefa fácil para nós investidores.

Portanto, é com o intuito de suprir essa necessidade que disponibilizo esta planilha de risco educativa sobre como calcular o risco de um investimento através de fórmulas simples no excel.

Benefícios da Planilha de Risco

Ao fazer o download da planilha você será capaz de mensurar o risco mensal, anual e em qualquer período de um investimento.

O risco, financeiramente falando, é medido através da volatilidade (desvio-padrão).

Isso significa que risco é a variação (dispersão) do retorno ao redor de sua média.

Planilha de Risco: Exemplo no Ibovespa

De acordo com os cálculos na planilha de risco (levando em conta o período de Agosto de 2007 até Julho de 2010), espera-se que o Ibovespa tenha uma retorno  anual de 10,41% com um risco (volatilidade) de 28,83%. 

Veja o exemplo descrito na planilha para melhor compreensão.

Saber medir o risco de seus investimentos é fundamental para poder se estimar o quanto você pode perder em um tipo de investimento, tornando seu planejamento financeiro mais eficaz ao conhecer melhor sua tolerância ao risco.

Todas as instruções sobre como utilizar a planilha estão dentro dela própria.

Qualquer tipo de dúvida deixe sua opinião na caixa de comentários ao final deste post.

Download Planilha de Risco

Faça o download da planilha de risco: Como calcular o Risco (Volatilidade) de um Investimento

download BIG [Planilha de Risco] Como Calcular o Risco (Volatilidade) de um Investimento?

Para baixar mais planilhas financeiras confira o restante da série Planilhas Financeiras.

Fique atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Sobre o autor

Henrique é especialista em alocação de ativos, eleito um dos 5 melhores educadores financeiros do Brasil em 2012/2013. Continue Lendo aqui!

  • http://www.valoresreais.com/ Guilherme

    Excelente, Henrique!

    Você disse tudo:

    “Saber medir o risco de seus investimentos é fundamental para poder se estimar o quanto você pode perder em um tipo de investimento, tornando seu planejamento financeiro mais eficaz ao conhecer melhor sua tolerância ao risco.”

    O curioso é que as pessoas, de uma maneira geral, só percebem seu real grau de tolerância ao risco depois de assumirem excessivas posições em investimentos de risco (acompanhadas, quase sempre, de um prejuízo).

    Ainda bem que existem fórmulas matemáticas de calcular o grau de risco, como a disponibilizada em mais uma ótima planilha aqui no HCI!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Henrique Carvalho

      Guilherme,

      Obrigado pelo comentário!

      Pois é. Acredito que a grande maioria dos investidores iniciantes não têm consciência do risco que podem estar tomando ao investir.

      Tinha muita gente que estava bem investida em ações em 2008. Com as perdas com a crise, ela percebeu que não suporta grandes perdas e por isso liquidou suas ações e colocou tudo na RF. E, nesse exato momento, o mercado começa a subir fortemente, praticamente dobrando de valor enquanto a pessoa ficou a ver navios. Ou seja, por não conhecer exatamente seu nível de risco, ela subestimou o risco nos tempos de bonança (maio de 2008) e superestimou o risco nos tempos de pânico (outubro 2008). Por isso conhecer seu nível de risco ajuda a tomar melhores decisões. A mudança de cenários (otimismo e pessimismo) já está de certa forma dentro das expectativas da pessoa.

      Grande Abraço amigo!

  • Bruno Peruchi

    Excelente planilha. Você programa muito bem em Excel.

    • Henrique Carvalho

      Valeu Bruno!

      Próxima planilha explicarei o cálculo da correlação entre investimentos.

      Abraços!

  • Diego Teixeira

    Excelente essa planilha Henrique! Parabéns pelo conteúdo e por sua didática, em todas elas!

    Apenas fiquei com uma dúvida: Na fórmula da célula “F17″ da primeira aba, você calculou o retorno mensal do Ibovespa tomando como base a média de todos os retornos mensais, e na célula “F25″ você apenas multiplicou esse valor por 12 para obter o retorno anual.

    O correto não seria utilizar a função Somar Produto, como foi feita na primeira planilha que você disponibilizou?

    Abraços,

    Diego

    • Henrique Carvalho

      Valeu Diego!

      É verdade cara…Muito obrigado por ter reparado este equívoco! Já corrigi na planilha. Valeu!

      Caso ache qualquer outro errinho nas planilhas sinta-se à vontade para me avisar. Assim, eu posso melhorar as informações prestadas!

      Grande Abraço!

  • Pingback: Valores Reais » A melhor estratégia de investimentos que você já conheceu – Como conseguir retornos acima da Bolsa no longo prazo com risco controlado

  • Pingback: A importância da diversificação através da Alocação de Ativos | O pequeno investidor

  • ado

    Não perco um único artigo seu. Obrigado pela ajuda que me tem dado. Quando é que fazes uma simulação em excel de um fundo imobiliário?

    • Henrique Carvalho

      Ado,

      Muito obrigado pelas palavras!

      Veja no post de amanhã (02/12) as tabelas e gráficos disponibilizados sobre os fundos imobiliários. Acredito que serão de grande valia.

      Grande Abraço!

  • José Cantuária

    Henrique boa noite, tenho uma dúvida com relação ao cálculo da Volatilidade de um investimento ou um índice considerando apenas um único mês, como por exemplo o rendimento negativo do IBOVESPA em janeiro/2010 que foi de -3,94%. Como ficaria a Volatilidade no mês. Abraços!!

    • Henrique Carvalho

      Olá José!

      No caso, você teria de pegar os dados diários e, somente depois, anualizar a volatilidade, multiplicando-a pela raiz de 365, que representa o número de dias no ano.

      Entretanto, o ideal é analisar um período de 12 meses para garantir um resultado mais “Justo”.

      Abraços!

  • Breno

    Henrique,

    Passei boa parte do dia procurando blogs para acompanhar periodicamente e parei no seu por algum tempo, principalmente pois achei boas ideias para o controle de investimentos (ex: usar o conceito de cota).

    O conceito usado por vc como “Risco” é a famosa “Volatilidade” q são mostradas, por exemplo, em lâminas de fundos de investimento?

    As formulas da sheet “Risco últimos .. meses (tabela)” estão todas com #NOME?..confesso que dei uma olhada mas não consegui identificar…vou tentar amanha com um Excel em inglês, em PT não está dando mesmo.

    • Henrique Carvalho

      Olá Breno!

      Sim, embora o conceito de risco seja mais amplo, podemos simplificá-lo no mercado financeiro como volatilidade, que é exatamente o que as lâminas dos fundos mostram. A única diferença é que eles anualizam resultados diários. Por exemplo, eles pegam a variação diária de um ativo em 12 meses e calculam seu desvio-padrão. Neste caso eles tem a volatilidade diária. Para anualizá-la eles multiplicam pela raiz de 252 (dias úteis no ano). O conceito é chatinho mas espero tê-lo explicado de forma clara e objetiva.

      Sobre as fórmulas da planilha que você baixou, aqui está tudo 100%. Esse erro deve ser de alguma fórmula que talvez não seja reconhecida no seu excel como o COUNTIFS. Eu já estou tão acostumado com o Excel em inglês que nem sei as fórmulas em PT…rsrs

      Caso o problema continue me envie um e-mail com a planilha para que eu possa dar uma olhada.

      Abraços!

  • Pingback: Alocação de Ativos: 5 vantagens que o investidor deve conhecer | HC Investimentos

  • Rogerio S

    Henrique, cheguei a este artigo através da leitura do posto que fez hoje, sobre as vantagens da alocação de ativos.
    Apenas para enriquecer o debate, à semelhança do que fiz ao comentar um posto do viver de renda, mando um artigo muito bom criticando a Modern Portfolio Theory e a avaliação de riscos a partir da volatilidade de um ativo (texto em inglês)
    http://www.travismorien.com/FAQ/portfolios/mptcriticism.htm
    Este texto complementa-se com a clássica palestra de Buffett Os superinvestidores de Graham & Doddsville, que pode ser encontrada traduzida em:
    http://www.fundamentus.com.br/pagina_do_ser/OS%20SUPERINVESTIDORES%20DE.htm
    Boa leitura.
     

    • Rogerio S

      Só um esclarecimento
      aparentemente, quando escrevo “p o s t” a página o transforma em “posto”

    • http://hcinvestimentos.com/ Henrique Carvalho

      Excelente leitura Rogerio!

      É sempre bom ler críticas sobre a forma que pensamos, pois enriquecem nosso conhecimento sobre o assunto.

      O artigo é bem escrito e sustenta importantes argumentos.

      Recomendo fortemente a leitura para investidores mais acostumados com a alocação de ativos.

      Obrigado pela recomendação da matéria.

      Abraços!

  • Francisco Ribeiro

    Boa tarde.

    Desculpe responder a este post após alguns meses, mas é que é tudo tão interessante que um post puxa outro e aí já viu… rs

    Parabéns pela iniciativa. Aproveitei e atualizei tudo até junho/2011, mas aí surgiu uma dúvida….

    Como pode a rentabilidade média ter caído para 0,51% e a volatilidade também (anual: 25,89% e mensal: 7,48%). Pensei que reduzindo a rentabilidade a volatilidade aumentaria, pois o desvio-padrão é maior….

    Será que calculei alguma coisa errada?

    Forte abraço.

    • http://hcinvestimentos.com/ Henrique Carvalho

      Olá Francisco!

      Sem problemas! Estou aí para isso mesmo.

      Veja se este exemplo irá lhe ajudar:

      Temos dois investimentos e 3 meses:

      1. O investimento 1 caiu -10% nos 3 meses.

      Retorno médio: -10%
      Volatilidade: 0% (não houve nenhum desvio no retorno. Ele foi constante)

      2. O investimento 2 caiu -10% no mês 1 | Subiu +20% no mês dois | Subiu + 20% no mês três.

      Retorno médio: (-10% +20% + 20%) / 3 = 30% / 3 = 10%

      Volatilidade: Maior que zero concorda? Afinal, houve maior dispersão!

      Portanto, nem sempre um retorno negativo está associado a um maior risco.

      Volatilidade mede dispersão, variação do retorno.

      Na prática, geralmente temos investimentos que apresentam perdas de -20%, -50% em determinados períodos tendo alta volatilidade.

      Faz Sentido?

      Abraços!

      • Francisco Ribeiro

        Bom dia.

        Faz sentido sim.

        É que eu estava com a mentalidade que, como a bolsa oscila muito, qualquer nova variação (positiva ou não) iria aumental a volatilidade.

        Vou analisar tudo novamente.

        Obrigado pelo retorno e pela paciência.

        Forte abraço!

        • http://hcinvestimentos.com/ Henrique Carvalho

          Precisando de qualquer coisa estou aí!

          Abraços!

  • Pingback: 17 Dicas de Investimentos para Vencer no Mercado

  • Pingback: Diversificação de Investimentos: Descubra sua Importância

  • Pingback: Otimização de Carteiras: O Guia Completo

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000107944726 Augusto Rodrigues

    Henrique,

    Pelo que compreendi do post, a planilha serve para avaliar o risco de qualquer ativo. Mas mesmo assim apareceram algumas dúvidas:

    1. “Qualquer ativo” deve ser entendido como qualquer ‘ação’ comercializada na bolsa ou podemos utilizar a planilha para outros investimentos como, por exemplo, fundos de investimentos imobiliários ?

    2. Os valores inseridos na planilha referem-se a variação da bolsa em relação ao mes anterior ? Ou significa outra coisa ?

    3. Caso se aplique tambem a cotas de FII, poderia dar um exemplo de como inserir os valores na planilha ? Por exemplo, devo inserir a variação do valor de cada cota em relação ao valor da cota adquirida na oferta pública ?

    Obrigado

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000107944726 Augusto Rodrigues

    Henrique,

    Duvida sobre a planilha que calcula os riscos mensais e anuais. Ela serve para ativos como cotas de FII também ou titulos do tesouro direto ou apenas para ações comercializadas na bolsa ?

    Caso positivo, como deve inserir os valores na planilha ? No caso do FII insere a variação do valor da cota do mes em relação a cota adquirida na oferta pública ?

    Obrigado,

  • Pingback: Fronteira Eficiente: Os Estudos de Harry Markowitz

  • Pingback: Risco País (Risco Brasil): Definição e Dados Históricos

  • Pingback: Alocação de Ativos: Estratégias de Investimentos

  • Pingback: BOVA11: Informações Gerais, Dados Históricos e Vantagens

  • Pingback: SMAL11: Pequenas Empresas, Grandes Negócios

  • Rgustavo32

    Henrique, a Planilha tem apenas uma pagina inicial, nao consegui ver o restante[

  • Pingback: Blog Willian Rodrigues » Planilhas financeiras gratuitas [HC Investimentos]

  • Hugo

    Na sua planilha há dados ate 2010, estamos em 2013 ,como atualizo os dados?

    • http://hcinvestimentos.com/ Henrique Carvalho

      Oi Hugo!

      No meu eBook Alocação de Ativos, um dos materiais bônus é justamente uma planilha que fornece uma atualização mensal para mais de 30 índices, desde Renda-Fixa, Fundos Imobiliários até Câmbio e Ações.

      Claro que é uma parte de todo o material. Ele completo possui muito mais valor do que essa planilha com dados.

      O link é esse aqui:

      http://alocacaodeativos.com

      Abraços!

  • Hugo

    Ola, Henrique, tenho seu material, Se a planilha a que vc se refere é a ¨Base de dados¨, quando abro a mesma aparece o botão clique aqui, fazendo isto abre uma pagina do google (docs) ,estou com problemas para utiliza-la ou estou fazendo algo errado?
    grato

    • http://hcinvestimentos.com/ Henrique Carvalho

      Oi Hugo!

      A planilha com a base de dados fica no Google Docs sim. Você está com problema para acessá-la?

      Abs!

      • Hugo

        OK Caro Henrique,
        consegui acessá-la agora,
        obrigado pela atenção

        Subject: Re: New comment posted on [Planilha de Risco] Como Calcular o Risco (Volatilidade) de um Investimento?

        • http://hcinvestimentos.com/ Henrique Carvalho

          Beleza! Abraços!

  • Pingback: Alocação de Ativos e Stop, faz sentido?

  • Pingback: Hedge: O que é e Como fazer [Investimentos]

  • Pingback: PIBB11: Diversifique em 50 Ações Através de 1 Único ETF

  • Pingback: IFIX: Índice de Fundos Imobiliários - O Guia Definitivo

  • Pingback: Carteira de Investimentos: Estratégias e Resultados

  • Pingback: O que é Índice de Sharpe e como ele é Calculado?

  • Pingback: Fronteira Eficiente: Os Estudos de Harry Markowitz

  • Pingback: Como Diversificar sua Carteira de Ações

  • Mateus

    Prezado, baixei a planilha de calculo de risco, mas ao abrir a mesma nada aparece e ao tentar fecha-la solicita salvamento, não entendi.

  • Pingback: 10 dicas sobre como investir (a #8 é minha favorita)

  • M. Miranda

    a planilha não tem seu download realizado. O Firefox informa que “o servidor proxy que estou tentando acessar está recusando conexões”. Pode me ajudar?

eBook-alocacao-ativos
92 Flares Facebook 36 Twitter 18 Google+ 5 92 Flares ×