Nova Série Alocação de Ativos: Versão 2012. Participe!

carteiras-de-investimentos-2012

Olá amigos!

Nossa série sobre alocação de ativos em 2011 foi um sucesso.

15 carteiras de investimentos participaram com resultados louváveis, que você pode encontrar aqui.

O aprendizado utilizando dados reais de ativos reais foi enorme.

Medir o retorno e risco destas 15 carteiras ao longo de 2011 nos ensinou a importância de diversos conceitos, sendo o principal a diversificação.

Agora, chegou a hora de iniciarmos uma nova fase!

Continue lendo este artigo para saber mais sobre a nova série Alocação de Ativos em 2012.

O que é a Série Alocação de Ativos 2012?

É um meio de aprendizado em que diversos leitores do site participam enviando suas carteiras.

Mensalmente eu coleto os dados dos ativos que as compõem e analiso todas elas de uma forma ampla para seja possível tirarmos lições para investirmos melhor.

Objetivos da Série Alocação de Ativos 2012

  • Foco de Estudo

O principal objetivo da série é ser foco de estudo do mercado financeiro.

Analisar como diferentes alocação se comportarão ao longo do tempo, verificando tanto o retorno como risco das carteiras.

  • Testar Hipóteses

Ao longo deste estudo analisaremos se no período de 2012 (embora seja curto) verificou-se as hipóteses:

  1. Títulos Públicos de Longo Prazo oferecem maior retorno, porém maior risco.
  2. Ações de baixo valor de mercado (small caps) oferecem maior retorno e maior risco do que large caps.
  3. Fundos Imobiliários tendem a apresentam maior retorno e maior risco do que títulos públicos.
  4. Ativos Cambiais tendem a apresentar correlação negativa com a Bolsa, sendo bons ativos para proteção.
  5. Ações individuais apresentam maior risco do que ETFs de ações.

Estas são apenas alguns dados que iremos analisar. Na prática, você verá que a análise será bem mais ampla.

Quais Não São os Objetivos da Série?

  • Nosso objetivo nunca foi promover a competição pelo maior retorno.

Sabemos que, na grande maioria das vezes, uma carteira que obtém maior retorno é também aquela que tem o maior risco.

Nesta série não há um único vencedor, assim como não já perdedores. Estamos todos aqui para aprender.

Se o seu desejo é competir pela maior rentabilidade existem diversos simuladores de bolsa que oferecem isso…

  • As carteiras analisadas podem ou não serem carteiras reais, mas não são de maneira alguma carteiras recomendadas.

Não nos responsabilizamos por qualquer decisão tomada a partir de alguma destas carteiras.

Esta série, embora se utilize de dados reais, de ativos reais é um estudo.

Novidades da Série Alocação de Ativos 2012

Para deixar esta série ainda melhor do que a anterior preparei algumas surpresas para vocês. São elas:

  • 51 ativos diferentes para investir (mais detalhes sobre eles no final do artigo)

Você poderá escolher dentre 51 ativos no total para investir.

Esta é a principal mudança, já que abre bastante o leque de possibilidades para investimento e permite fazer mais análises.

Entretanto, dobra o meu trabalho na coleta, análise e publicação dos dados… :/

Tudo na vida é um trade-off não é mesmo?! 🙂

  • O estudo se dará em todo o ano de 2012

A nova série terá o dobro de duração da anterior e poderá contar com dados mais ricos para análises.

  • Novas análises dentro dos artigos mensais sobre a atualização das carteiras

Novas tabelas de comparação. Mais dados analisados. Novos gráficos.

Tudo para que possamos extrair as melhores dicas de investimentos desta nova série.

Notas Importantes

Abaixo, você encontrará informações importantes para compreender melhor a realização desta série.

  • A carteira que você definir em janeiro/2012 será utilizada até o final de dezembro/2012.
  • Não serão considerados custos.
  • Não será publicado nenhum nome real nesta série. Apenas codinomes. Exemplo: HC = Henrique Carvalho
  • Os dados diários e mensais dos ativos serão coletados das fontes: Tesouro Direto, Guia Invest, Enfoque e Banco Central.
  • Não serão consideradas carteiras com ativos não definidos dentro da planilha enviada. (mais detalhes abaixo)

Quando e Como Submeter a sua Carteira de Investimentos?

É muito simples!

No dia 23 de janeiro de 2012 (2ª feira) enviarei para todos os leitores cadastrados em nossa lista de emails um email com a planilha para preenchimento.

Basta você preenchê-la e anexá-la ao responder este mesmo email que enviarei no dia 23/01 para você.

O prazo final para o envio das carteiras será no dia 31/01/2012 (3ª feira).

Pronto! Você já estará participando!

Caso você ainda não esteja cadastrado em nossa lista, coloque seu email abaixo e clique em Inscreva-se!

Ao se inscrever você ainda receberá nosso MiniCurso Grátis sobre Investimentos em 10 lições semanais, além de mais materiais exclusivos.

Conclusão

Amigos, estou ansioso para iniciar esta nova série e espero que você também!

Ela tem sido um aprendizado prático para o mercado, já que utilizamos dados reais de ativos reais.

Caso algum ponto não esteja claro use a caixa de comentários para expressar sua opinião.

E lembre-se: Dia 23/01/2012 estarei enviando para todos os leitores cadastrados na lista de emails a planilha para preenchimento.

Nela você conhecerá os 51 ativos (com boas surpresas! hehe)

Já adianto que teremos as 4 classes tradicionais: Renda-Fixa, Fundos Imobiliários, Câmbio e Bolsa.

Aguardo ansiosamente a carteira de vocês a partir da 2ª feira, mas não demorem, pois as inscrições se fecham no dia 31/01/2012, terça-feira.

Convide seus amigos para participarem a ajudem este estudo a se tornar uma referência na análise de dados reais, com ativos reais.

(crédito das imagens: shutterstock.com)

Sobre o autor

Henrique é especialista em alocação de ativos, eleito um dos 5 melhores educadores financeiros do Brasil em 2012/2013. Continue Lendo aqui!

  • Ooooobbaaaa!!!! Dessa vez eu participo! =D

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Será uma grande honra contar com sua participação amigo!

      Carteira VR já está com lugar reservado. 🙂

      Abraços!

  • Romulofigurelli

    Parabéns pela ótima ideia, sigo acompanhando o blog.

  • Muito bom Henrique! Participarei com certeza, no aguardo do e-mail!

    Abraços

    • Obrigado pelo interesse Tiago!

      Enviarei o email no próxima segunda (23/01) com a planilha para preenchimento.

      Abraços!

  • Marceloostermann

    Quero participar dessa HC!  Aguardo teu retorno.

    Marcelo Ostermann

    • Valeu Marcelo!

      Na próxima segunda (23/01) envio a planilha com os ativos para você preencher a alocação em cada um dos 51 disponíveis.

      Abraços!

  • Estou dentro meu amigo, abraço.

    • Muito obrigado Jônatas!

      Estou ansioso para ver se a carteira EFET terá uma alocação diferente da do ano passado.

      Você já é um veterano de guerra aqui! 🙂

      Grande Abraço!

  • Investir40

    É incrível Henrique como vc se supera a cada post.

    Final do ano eu estava pensando “O que será que o Henrique vai criar desta vez”, não deu outra, show de bola.

    Parabéns e sucesso.

    I40

    • Obrigado pelo apoio de sempre I40!

      Conto com você nesta série de 2012.

      Grande Abraço!

  • Show de bola!  Este ano quero participar!!!
    Espero que tenha as açoes que compoem minha carteira , senão escolherei as mais semelhantes!

    Abços

    ITM

    • Com 51 ativos acredito que a probabilidade está a seu favor ITM! 🙂

      O mistério será desvendado na próxima 2ª, dia 23/01.

      Abraços!

  • MarcoBH

    Grande HC mais uma vez brilhando e inovando as idéias para a grande família de investidores. A curiosidade destes 51 ativos é muito grande, exatamente para checar a saúde das atuais carteiras em andamento. Estamos esperando e como sempre sucessssssssssso. Abraços MarcoBH

    • Fala Marco, meu nobre amigo, tudo bem?

      Obrigado pelas palavras!

      Alguns amigos já estão dizendo que fiquei maluco ao liberar 51 ativos para escolha, mas eu desejo que esta série seja um grande aprendizado para todos.

      Confesso que estou ansioso para conhecer as carteiras.

      Grande Abraço!

  • Alegrazzini

    Henrique parabéns pelo estudo, vai ser muito bom continuar acompanhando as carteiras ao longo desse ano, isso pode se tornar um livro daqui uns anos! Valeu!

  • HC

    Sou leigo nesse ramo e portanto um novato na area. Portanto seguem algumas dúvidas:

    1. O objetivo é apenas acompanhar os seus estudos de carteira de ativos para investimento ?
    2. Como de fato os leitores poderão acompanhar ou contribuir com esses estudos ?
    3. Basta apenas responder a planilha para participar dessa carteira de 2012 ? 
    4. Enfim.. as duvidas estão como participar desse estudo e se a participação seria apenas acompanhar o estudo ou ter uma participação mais efetiva (assumindo riscos por conta própria)

    E se for para ter participação mais efetiva, quais seriam os objetivos reais da carteira ? Li que o objetivo principal não é buscar o maior retorno possivel, então quais são de fato os objetivos ? Manter o investimento ao longo de 2012 ? Estudar como proteger da volatilidade do mercado ?

    Enfim….
    Quero participar mas to cheio de dúvidas!!! Tem algum link no blog que tira essas dúvidas ?

    Obrigado.

    • Olá Augusto!

      Primeiramente sugiro você ler o estudo realizado em 2011 para entender como é feito. Basta clicar no link a seguir e escolher os meses desejados:

      http://hcinvestimentos.com/carteira-de-investimentos/

      Respondendo as perguntas:

      1. Objetivos estão detalhados em 5 pontos dentro deste artigo sobre Alocação de Ativos em 2012

      2 e 3. No dia 23/01 enviarei uma planilha para você preencher. Basta me responder este email com ela preenchida. É só isso! 😉

      4. Não, você só acompanha. Mensalmente eu publico os resultados.

      E retorno não é o principal objetivo. Na verdade a melhor carteira na teoria seria a com melhor índice sharpe.

      Veja detalhes sobre este índice aqui:

      http://hcinvestimentos.com/2011/12/12/indice-de-sharpe/

      Abraços!

  • Gustavo Rodrigues

    Ótima iniciativa Henrique! A cada dia gosto mais e mais de acompanhar o teu site, realmente é o mais inspirador.. espero participar dessa vez!

    Abraço
    Gustavo Rodrigues

    • Obrigado por acompanhar o site Gustavo!

      É uma grande honra compartilhar meus estudos com todos vocês.

      A cada dia vamos melhorando um pouquinho aqui e ali e a intenção é nunca parar de buscar a superação. 🙂

      Abraços!

  • Berlim Invest

    Pretendo participar também

    Parabéns HC pela iniciativa!

    Berlim Invest

  • Com certeza irei participar!!! rsrsrsrs

  • TBB

    Henrique já me inscrevi no Minicurso e quero
    participar da alocação de arquivos. Poderia nos adiantar algum ativo?

    • Olá TBB!

      Segunda-feira, dia 23/01 (tá chegando já!), enviarei a planilha com os 51 ativos para preenchimento.

      Abraços!

  • Helison

    Olá Henrique.

    Eu mandei um email pra vc pois estou com uma duvida pertinente, 
    será que vc consegue me ajudar?

    Dá uma olhada lá dps e me responda, caso seja possivel.

    Vou participar mais uma vez, agora com mais experiencia.

    Vc ja pensou em fazer um artigo sobre Fator de Proteção (Hedge Ratio) de carteira, esse evento acontece apenas quando ha ativos negativamente correlacionados?

    A formula do Hedge Ratio é %AtivoX / %AtivoY

    A formula de Hedge Ratio Observada é  – (Rent.X / Rent.Y)       

    Se estiver errado me corrija.

    Desde ja agradeço!                                        

    • Breno Medeiros

      Seria interessante estabelecer uma relação percentual entre dois ativos que supostamente promoveriam esta proteção e promover um estudo histórico simulando uma carteira por alguns anos para observar se essa proteção vale mesmo apena, comparando com uma outra carteira onde essa proteção fosse desconsiderada.

      • Obrigado pelas sugestões Breno e Helison!

        Pode ser interessante observar a proteção do Dólar, Euro e Ouro ao longo do tempo em relação ao Ibovespa.

        Vou pensar melhor no assunto. 🙂

        Grande Abraço!

        • Breno Medeiros

          Seria interessante comparar com o Ibovespa, mas também da seguinte forma:

          Carteira 1:
          50% Selic
          40% Ibovespa
          10% Dólar

          Carteira 2:
          50% Selic
          50% Ibovespa

          Os valores percentuais poderiam ser outros, mas a tese a ser confirmada seria se existe realmente esta proteção num prazo mais longo, comparando as duas carteiras ou se é algo desnecessário.

          Caso haja uma proteção, poderia se observar quais ativos melhor promoveram essa proteção (Ouro, Euro ou Dólar) e em quais percentuais. Claro que pro futuro não necessariamente os resultados seriam os mesmos.

          Olha só quanto trabalho!!!

  • Helison

    Olá Henrique.

    Serão quantas carteiras?

    Apenas as 15 ou será mais?

    E quanto a minha duvida sobre Hedge Ratio….

    A formula correta é esta mesmo % Ativo X / % Ativo Y

    E o Hedge Ratio Observado – (Rent.X / Rent.Y)

    E como identificar quem fica no numerador e no denominador?

    O menor numero no numerador?

    O Cambio sempre no numerador?

    Como saber?????

    Desde ja agradeço!

    • Olá Helison!

      O # de carteiras depende do # de investidores que enviarem suas carteiras.

      Sim, a fórmula é esta mesmo.

      No numerador sempre os ativos cambiais.

      Abs!

  • Helison

    OK!Muito obrigado.No numerador sempre o Cambio.E se por exemplo houver dois ativos negativamente correlacionados, e eu desejar fazer um hedge com eles, qual vai no numerador???Na ultima atualização das carteiras fiquei com uma duvida acerca das rentabilidades por classe.Na analise da carteira destaque vc usou uma rentabilidade para ações no valor de 0,46%.O calculo usado foi =SOMA(PIBB11;SMAL11;BOVA11)…..Ou foi =MULT(PIBB11;SMAL11;BOVA11)….Ou ainda =SOMARPRODUTO(MULT( (PIBB11;SMAL11;BOVA11)+1)-1)….Qual conta foi usada, pois não consigo encontrar o valor de 0,46% nem a porrete…..Na verdade a unica rentabilidade que eu entendi foi o da CC 0,56%, pois é só ela.Explica a metodologia de calculo por gentileza.Estou fazendo tais perguntas pois venho tentando calcular o Hedge Ratio das carteiras da serie, bem como o Hedge Ratio Observado e estou tento muita dificuldade.Se for possível me ajudar, ficarei gratíssimo.Desde ja agradeço a atenção….

  • Helison

    OK! 
     
    Muito obrigado.

    No numerador sempre o Cambio.

    E se por exemplo houver dois ativos negativamente correlacionados, e eu desejar fazer um hedge com eles, qual vai no numerador???

    Na ultima atualização das carteiras fiquei com uma duvida acerca das rentabilidades por classe.

    Na analise da carteira destaque vc usou uma rentabilidade para ações no valor de 0,46%.

    O calculo usado foi =SOMA(PIBB11;SMAL11;BOVA11)…..

    Ou foi =MULT(PIBB11;SMAL11;BOVA11)….

    Ou ainda =SOMARPRODUTO(MULT( (PIBB11;SMAL11;BOVA11)+1)-1)….

    Qual conta foi usada, pois não consigo encontrar o valor de 0,46% nem a porrete…..

    Na verdade a unica rentabilidade que eu entendi foi o da CC 0,56%, pois é só ela.

    Explica a metodologia de calculo por gentileza.

    Estou fazendo tais perguntas pois venho tentando calcular o Hedge Ratio das carteiras da serie, bem como o Hedge Ratio Observado e estou tento muita dificuldade.

    Se for possível me ajudar, ficarei gratíssimo.

    Desde ja agradeço a atenção….

    • Dois ativos negativos quer dizer que não houve hedge nenhum. Logo, é melhorar desconsiderar o cálculo.

      Para calcular a rentabilidade de uma classe você precisa fazer a média ponderada da rentabilidade com a alocação de cada ativo.

      Abraços!

  • MarcoK

    51 ativos! Legal! Montar uma carteira fixa para os próximos 12 meses, de possíveis grandes mudanças, não vai ser tarefa fácil.
    Uma sugestão: nas carteiras do ano passado, você disse que estava usando cotações diárias dos ativos para cálculo de risco. Acho que não há necessidade disto. Penso que para calcular o risco de uma carteira num mês, é suficiente pegar as cotações mensais de por exemplo dos 6 meses anteriores. Isto já dá uma excelente ideia do risco com muito menos trabalho.

    • Olá Marco!

      Sim, é teríamos uma boa ideia do risco e o trabalho seria BEM menor.

      Porém, eu prefiro entregar parte do meu tempo pela alta qualidade da série! 🙂

      Os dados diários serão necessários para avaliar um tipo de ativo que somente o mensal pode encobrir o risco.

      Conto com você campeão!

      Vai montar uma carteira semelhante a do ano passado?

      Abraços!

  • Rodolfo Barbosa

    Espero poder contribuir este ano!
    Uma vez que no ano passado eu so li e aprendi muito com vocês!
    Espero ter espaço para montar uma carteira.

    • Olá Rodolfo!

      Tem espaço de sobra. Será ótimo ter sua carteira participando.

      Abraços!

  • MRN

    HC, eu só tenho que agradecer! Há pouco tempo, venho acompanhndo seus Posts e muito tem me agregado! Chego a ficar por horas lendo e fazendo anotações. Com certeza participarei desta sua iniciativa e acompanharei todos os meses!

    Abraço e Parabéns!

    MNR 2012

    • Eu que agradeço a você MRN pelo seu tempo aqui no site.

      É muito motivador saber que os artigos estão sendo úteis para você.

      Será uma honra tê-lo como participante desta série.

      Temos todos muito a aprender!

      Grande Abraço!

  • Max Scardua

    HC. Sugiro incluir o indice de sharpe das carteiras como forma de enriquecer o trabalho e descontar o risco.

  • Tetzner

    Parabéns, Excelente trabalho

    gostaria de convidá-lo e aos visitantes aqui do blog a participar do Grupo BMeFBovespa

    basta assinar:
    BMeFBovespa-subscribe@yahoogrupos.com.br

    e depois responder ao email de confirmação do yahoo, sem escrever nada

    Postamos diariamente informações so Bolsa: Ações, Opções, FII´s e Futuros ( Indice e Moedas )

    Aguardo vocês!

    Tetzner

  • Helison

    Olá mais uma vez Henrique.

    Estou com duvida.

    Dois ativos “negativamente correlacionados” onde um obteve rentabilidade negativa e outro positiva. Qualquer que seja esses ativos, qual deles ficará no numerador??? 
    Esse que fica no numerador é fixo pode mudar conforme sua rentabilidade???

    E como que eu vou achar a “media ponderada” pelo Excel 2007 dos ativos PIBB11, SMAL11 e BOVA11 (1%, 0,75% e -0,23% respectivamente) mostrados no ultimo artigo.

  • Helison

    Pode deixar Henrique.

    Com muito custo, pesquisa e estudo achei a formula.

    Mais uma vez, a necessidade gerando conhecimento.

    =SOMARPRODUTO/SOMA

    Essa é a formula de media ponderada

    SOMARPRODUTO dos retornos e pesos e “DIVIDIR” pela SOMA dos pesos

    Desde ja agradeço pela ajuda.

  • Hélio Afonso

    Olá Henrique:

    Parabéns pela disposição e dedicação em nos auxiliar com tão nobre trabalho.

    Também quero participar.

    Aguardo o envio da planilha.

    Abraços

    • Obrigado Hélio!

      Email já enviado! Aguardo sua carteira.

      Abraços!

  • Pô HC ! O dia 23 já começou tem 1 hora e até agora não chegou nada no meu email ! rsrs

    Sensacional esta série. Vamos para mais uma aula.

    Obrigadíssimo

  • Ali

    Henrique parabens pela sua iniciativa!!

    otimo para quem tem pouca experiencia, quer aprender mais e trocar informaçoes. Em um mercado super concorrido, é muito bom ver pessoas como voce, didatica e disposta a ensinar!

  • Cristina Yamaguchi

    Recebi a planilha, gostaria de participar, mas não sei preencher, pois não sei onde alocar Fundo de Ações e LCI.

    HC, se vc puder me ajudar a participar, agradeço.

    • Olá Cristina!

      O objetivo da séria não é cada investir colocar sua própria alocação de ativos.

      Porém, é simular um investimento de acordo com os ativos que estão na planilha.

      Deste modo, posso analisar todas as carteiras, pois tem ativos semelhantes, mas alocações diferentes.

      Fico no aguardo de sua carteira.

      Abraços!

  • Muito bom, 51 ativos.
    Senti falta de NTN-F e ELPL4 🙁

    Abraços

    • Valeu Fabrício!

      Até pensei em incluir ELPL4 mas optei por outras ações defensivas.

      NTN-F tem cupom e dificultaria o cálculo de rentabilidade.

      Abraços!

  • Pobretaovidaruim

    Pois é gostaria de participar mas ainda não posso mostrar minhas ações pois comecei um blog agora e comento muito no trabalho viu HC.

    http://vidaruimdepobre.blogspot.com

  • Daniel Melo

    Boa tarde Henrique. Acho a iniciativa da série de alocação excelente, com exceção de um ponto: ela não considera o rebalanceamento da carteira quando determinado desvio da alocação alvo é atingido.

    A separação da carteira em diversas classe de ativos reduz o risco, mas é o rebalanceamento que potencializa a rentabilidade a longo prazo. Em outras, palavras, é ele que nos a juda a comprar barato e vender caro.

    Por outro lado, sei que incluir essa variável no estudo aumentaria sobremaneira o seu trabalho de monitoramento e análise das carteiras. Mas também sei que você adora um desafio, então fica aqui a minha sugestão.

    Abraço e parabéns pelo excelente trabalho!

    • Breno Medeiros

      Na verdade, pelo modelo empregado pelo Henrique, o rebalanceamento mês a mês é automático.

  • Daniel Melo

    Boa tarde Henrique. Acho a iniciativa da série de alocação excelente, com exceção de um ponto: ela não considera o rebalanceamento da carteira quando determinado desvio da alocação alvo é atingido.

    A separação da carteira em diversas classe de ativos reduz o risco, mas é o rebalanceamento que potencializa a rentabilidade a longo prazo. Em outras, palavras, é ele que nos a juda a comprar barato e vender caro.

    Por outro lado, sei que incluir essa variável no estudo aumentaria sobremaneira o seu trabalho de monitoramento e análise das carteiras. Mas também sei que você adora um desafio, então fica aqui a minha sugestão.

    Abraço e parabéns pelo excelente trabalho!

  • Daniel Melo

    Boa tarde Henrique. Acho a iniciativa da série de alocação excelente, com exceção de um ponto: ela não considera o rebalanceamento da carteira quando determinado desvio da alocação alvo é atingido.

    A separação da carteira em diversas classe de ativos reduz o risco, mas é o rebalanceamento que potencializa a rentabilidade a longo prazo. Em outras, palavras, é ele que nos a juda a comprar barato e vender caro.

    Por outro lado, sei que incluir essa variável no estudo aumentaria sobremaneira o seu trabalho de monitoramento e análise das carteiras. Mas também sei que você adora um desafio, então fica aqui a minha sugestão.

    Abraço e parabéns pelo excelente trabalho!

eBook-alocacao-ativos