Economia Comportamental: A influência oculta de sua mente nas decisões financeiras

Brain

Você conhece o termo Economia Comportamental?

Se ainda não conhece recomendo fortemente ler esse artigo.

E mesmo que conheça, você encontrará abaixo exemplos muito interessantes sobre a influência oculta de nossa mente nas decisões financeiras.

Por exemplo:

  • Por que temos a cultura de achar que um time ser vice é pior do que ser o 5º colocado?
  • Por que adoramos descontos e como eles podem incentivar compras ruins por impulso?
  • Por que a grama do vizinho parece sempre mais verde do que a nossa?

Continue lendo o artigo sobre economia comportamental para entender melhor como nossa mente é programada para encarar essas situações e saber o que você pode fazer para evitar alguns vícios comportamentais (aplicados a finanças).

Ah, você ainda encontrará uma (grande) surpresa no final do artigo! 🙂

Economia Comportamental: O Perigo da Relatividade

economia-comportamental-relatividade

É uma característica natural do ser humano realizar comparações.

É o modo que encontramos para avaliar se um produto é caro ou barato quando estamos comprando ou investindo, por exemplo.

Entretanto, julgando tudo apenas por comparações podem nos fazer pensar de forma irracional em diversas situações, levando-nos a péssimas decisões.

Nesta seção do artigo sobre Economia Comportamental, você irá aprender como esses problemas de comparação e relatividade funcionam e como você pode identificá-los e evitá-los.

Daniel Kahneman e Amos Tversky sobre Canetas e Ternos

Kahneman-Tversky

Imagine que você esteja na seguinte situação: Você precisa comprar hoje uma caneta e um terno para o trabalho.

Dentro do próprio escritório você encontra uma ótima caneta sendo vendida por R$ 16.

Você está pronto para comprá-la quando lembra que a mesma caneta está a venda por R$ 1 em uma loja a 15 minutos de distância do seu trabalho.

Você compraria a caneta por R$ 16 ou iria a loja para comprar a de R$ 1?

Agora sobre o terno.

Você encontra um ótimo terno por R$ 500 e, enquanto espera o vendedor finalizar sua compra, um outro consumidor avisa a você que o mesmo terno está por R$ 485 em uma loja a 15 minutos de distância.

Você compraria o terno por R$ 500 ou se deslocaria para comprar o terno de R$ 485?

Apesar de não saber a opinião de vocês eu posso afirmar que mais da metade acredita que a compra da caneta (de R$ 16 por R$ 1) é um negócio muito melhor do que o terno (de R$ 500 por R$ 485).

Essa mesma situação foi apresentada para um grupo em um estudo realizado por Amos Tversky e Daniel Kahneman.

O resultado mostrou que a grande maioria das pessoas preferiu comprar a caneta mais barata e gastar os R$ 500 no terno mais caro.

Qual é o ponto desse problema?

Claramente, nossa mente está nos enganando. Em ambas situações você troca 15 minutos do seu tempo por R$ 15.

Não importa se você está comprando um carro, um iate ou uma caneta. O resultado será sempre economizar R$ 15 da sua carteira.

O que ocorre é que nossa mente não consegue decidir sozinha se o desconto de R$ 15 é um bom negócio sem uma ajuda externa.

Ela precisa de algo a mais para comparar os descontos.

E esse é o problema.

Nós tendemos a olhar para tudo na vida de modo relativo, comparando diferenças, ao invés de olhar as coisas através de seu próprio valor.

Está gostando desse artigo?

Coloque seu email abaixo para receber novas atualizações do site, assim como nosso curso de investimentos 100% grátis.

Ícone curso Curso 100% grátis!

Junte-se a leitores que recebem as nossas 10 aulas grátis sobre investimentos!

3 Exemplos do Problema de Relatividade

Separei abaixo 3 exemplos clássicos sobre o problema da relatividade.

Na conclusão, você poderá saber como agir para amenizar esse problema.

1. A grama do vizinho é sempre mais verde que a nossa

economia-comportamental-grama-do-vizinho

Realizar comparações entre nós e os outros é um dos grandes erros da vida e que pode causar sérios danos mentais.

Se você se compara com um vizinho ou algum familiar ou amigo, você estará sempre desapontado.

Sempre haverá alguém que é melhor do que você em qualquer uma das medidas de comparação.

Não é possível ser o mais rico, mais bem sucedido, mais amigo, mais engraçado e o mais saudável do grupo.

Fazer esse tipo de comparação resultará sempre em uma sensação de perda e frustração.

A comparação de riqueza é a mais perigosa porque você nunca se achará rico o bastante e tenderá a trabalhar mais e mais, além de buscar investir de modo mais agressivo do que deveria para tentar subir mais rápido no “ranking dos amigos mais ricos”.

2. Ganhar com o sentimento de perda

economia-comportamental-medalhas

Não é verdade que ganhar uma medalha de prata soa pior do que ganhar uma medalha de bronze?

Apesar dos valores absolutos das medalhas, ganhar a prata está ligada ao contexto de fracassar ao ganhar a medalha de ouro.

Ganhar a medalha de bronze, no entanto, está ligada ao contexto de ganhar qualquer medalha ao invés de não ganhar nenhuma.

Situação semelhante pode ocorrer nos investimentos quando a sua carteira, apesar de um ótimo resultado de 30% em um único ano, parece ruim quando comparado isoladamente com o retorno do Ibovespa de 100% neste mesmo período.

Você pode cair em um dos erros mais comuns ao investir: O investidor do “SE”.

Se eu tivesse investido todo o meu capital em ações… (mais sobre esse assunto aqui)

Se eu tivesse comprado aquela ação que obteve um retorno de 500%…

Se eu tivesse vendido esse ativo que já está caindo -10%…

O investidor do “SE” analisa todas as situações após os fatos, focando apenas no que ocorreu no passado, em uma analogia de como se estiveste dirigindo olhando apenas para o retrovisor.

3. Tirando Vantagem de “Grandes Negócios”

economia-comportamental-descontos

João vai na padaria para comprar pão cujo preço é de R$ 10,00.

Ele acha um absurdo e reclama com Manuel, dono da padaria, que logo percebe o engano e muda o preço: R$ 5,00.

Agora João respira aliviado. “Bom, ele baixou o preço em 50%. Vou aproveitar e comprar mais pães hoje. O desconto está bom!” – ele pensa.

Você percebe o vício de comportamento de João?

Pagar R$ 5,00 pelo pãozinho da padaria ainda é um baita absurdo você não acha? Mas é aí que João foi fisgado sem nem se dar conta…

É com essa filosofia que os sites de compras coletivas ganham tantos adeptos. Qualquer pessoa adora obter vantagem. Principalmente quando é possível compartilhar estas “vantagens” com os amigos.

Na conversa com a família e os amigos no lanche da tarde, João comenta: “Sabe esse pão que vocês estão comendo? Pois então, o Manuel da padaria me vendeu eles com 50% de desconto”.

A lógica é a mesma para os diversos produtos ofertados nos sites de compra coletiva.

Como Evitar o Problema da Relatividade?

economia-comportamental-solução

A maneira mais fácil para evitar estas comparações que geralmente nos levam a péssimas decisões é simplesmente pensar de modo mais absoluto, ao invés do modo relativo.

Voltando ao exemplo da caneta e do terno seria resistir a tentação de pensar no desconto de mais de 90% na caneta e lembrar de que 15 reais são 15 reais, seja na diferença de R$ 16 para R$ 1 ou de R$ 500 para R$ 485.

As situações são iguais e você pode pensar da seguinte maneira: “O que eu posso fazer com R$ 15 economizados?” Essa mentalidade evitará a comparação relativa e promoverá o pensamento mais amplo e absoluto.

No caso das medalhas, é pensar no valor da medalha de prata ao invés do outro competidor que ganhou a medalha de ouro.

E no caso de ser “melhor” do que um amigo, vizinho ou familiar é pensar o que é ser bem sucedido para você e focar apenas na sua opinião para saber se está no caminho certo, independente se o vizinho ao lado mora numa mansão e passeia de Iate nos finais de semana.

Quer uma ajuda? Veja este vídeo sobre o que é ser rico?

Você gostou do tema Economia Comportamental?

Particularmente, acho fascinante e espero que você também tenha gostado!

Entender como nossa mente pode pregar algumas “pegadinhas” é fundamental para tomar decisões melhores, seja pessoalmente ou financeiramente.

Qual é o próximo passo?

livro

Durante meses eu mantive um super projeto em segredo aqui no HC Investimentos.

Foram longas noites em claro para em breve poder entregar o um amplo material sobre Alocação de Ativos para você.

No dia 13/03 lançarei o eBook “Alocação de Ativos”.

Devido a sua importância, dediquei um capítulo inteiro (capítulo 7) ao tema Economia Comportamental.

Assuntos como Ilusão de Superioridade, Custo Irrecuperável (Sunk Cost), Armadilha da Confirmação, entre outros, estarão presentes nesse importante capítulo.

Deseja receber mais informações sobre o novo eBook “Alocação de Ativos”?

Digite seu email abaixo e clique em “Quero Receber!”

Além de receber o nosso MiniCurso sobre Investimentos você receberá informações sobre o novo eBook, como por exemplo quais serão os 7 capítulos que irão compor o material.

Estou muito animado com o resultado desse projeto e estou ajustando os detalhes finais para que seja uma experiência inesquecível, tanto para vocês como para mim.

Por enquanto, agradeço o apoio de todos vocês e aguardo ansiosamente pelo dia 13/03! 🙂

*** Atualizado ***

O eBook Alocação de Ativos já foi publicado e você pode saber mais sobre ele AQUI.

Sobre o autor

Henrique é especialista em alocação de ativos, eleito um dos 5 melhores educadores financeiros do Brasil em 2012/2013. Continue Lendo aqui!

  • Excelente artigo, Henrique! A economia comportamental é um dos temas mais fascinantes do mundo das finanças, e você explorou de forma clara os exemplos mais fáceis para entender os conceitos.

    Outra ótima notícia é o lançamento do eBook, tenho certeza de que será um sucesso!!!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Muito obrigado pela força Guilherme!

      O assunto é fantástico e esse artigo foi apenas uma “palhinha” sobre o tema.

      Grande Abraço!

  • Finanças Inteligentes

    Muito legal !

    Ano passado eu estudei bastante (ou tentei, pela ausência de material) sobre psicologia comportamental com foco na área financeira. Pena que no Brasil existem pouquíssimos estudos sobre o tema, a maioria são americanos e o mercado lá é diferente, algumas pesquisas que fizeram lá não se adaptam aqui. Mas ainda assim é um assunto muito “abstrato” por assim dizer, não conseguí encontrar uma razão comum, mas sim muitas teorias. Dentro da própria psicologia existem várias vertentes para explicar as emoções, medo, ganância, etc.
    É um assunto que vale muito a pena estudar, mas pra evoluir e achar alguma luz no fim do túnel acho que nós é que teremos de ser os nossos próprios “cobaias”.

    Abcs,

    PS: eu tô na fila do e-book! hehe

    • Olá FI!

      É verdade. Não é à toa que o tempo dedicado ao estudo de uma habilidade e sua constante prática é o que define a experiência.

      Existem uns estudos muito interessantes sobre economia comportamental e coletei os melhores e mais fascinantes para compartilhar no eBook.

      Obrigado pelo apoio!

      Grande Abraço!

  • Perfeito Henrique, é difícil demais não ser iludido.
    Os exemplos do artigo mostram bem nossa tendência em pensar de maneira equivocada.

    Assim como o HCInvestimentos este e-Book será um sucesso. Parabéns meu amigo.

    Abraço.

    • Obrigado pelo suporte constante aos projetos que me dedico Jônatas!

      Grande Abraço!

  • Realmente um artigo fascinante!

    Abços

    ITM

  • Ricardo Filardi

    Muito bom, Henrique!
    Já fiz minha assinatura
    O artigo me lembrou muito o livro “Pai rico, pai pobre” que apesar dos exemplos simples passa grandes ensinamentos

  • Fernanda Prado

    Henrique,
    Parabéns!!

  • Fernanda Prado

    Excelente o artigo e com certeza o seu e-book será um material de muito boa qualidade.
    Vou conferir, com certeza!
    Abraços!

    • Olá Fernanda!

      Agradeço pelos elogios e pelo apoio ao eBook.

      Abraços!

  • Parabéns pela iniciativa do livro HC !

    Com seu conteúdo + didatismo + belos gráficos = sucesso garantido!

    Abs

    • Valeu Major!

      O eBook tem bastante gráfico para sintetizar o conteúdo.

      Obrigado pelo apoio!

      Abraços!

  • MarcoBH

    Mais uma vez show . Maravilha saber que vem o eBook do HC. Não tenho dúvida é golllllllllllllllllllllllllll sucesso, garoto e um grande abraço.

    • hahaha

      Fala meu nobre amigo!

      Obrigado pela força. Estou ansioso por esse eBook.

      Abraços!

  • Eriadne Costa Custódio

    olá é a primeira vez que comento aqui ,mas quero agradecer o imensso carinho e dedicação que voc~e tem por nós :reles mortais.!neste ano decidi eliminar minhas dívidas, e em 2013 pretendo começar pelo tesouro nacional. sou muito pobre para a bolsa de valores kkkk!mas como diz meu pai:quem guarda sempre tem.e eu completo quem investe sempre terá mais! eu não sabia nada sobre investimento e a dois anos e pouco eu estou só estudando e tenho aprendido muito.mas voltando ao e book, eu uso o micro do trabalho e internet em casa só no celular. meu modelo é da nokia c 300, será que conssigo usar esse e book? tõ muito interessada se puder me ajudar? beijão e que Deus que é o doador de toda sabedoria e boa vontade te unja com milhões de bençãos!

    • Olá Eriadne!

      Aqui não existe essa de mortais e imortais. Estamos todos juntos sob o mesmo guarda-chuva em busca de nossa independência financeira, como diria o meu amigo Conrado Navarro.

      O eBook terá formato multiplataforma podendo ser lido em computadores, tablets e telefones celulares, se ele aceitar o padrão adequado.

      Agradeço pelo seu comentário. Volte mais vezes!

      Grande Abraço!

  • Meu caro Henrique, que seja um sucesso seu eBook. Parabéns Henrique!
    Vc é o cara. 
    Levando em consideração seu trabalho incansável perante seu blog, o eBook será fantástico.
    Ansioso pelo lançamento.
    Abração!
    @everton_ric:twitter 

    • Olá Everton!

      Obrigado meu amigo pelos elogios!

      Trabalhei bastante para que o eBook esteja impecável. Estou ansioso pela recepção do material.

      Abração!

  • Excelente artigo! Onde pago pelo Ebook? 🙂

    Abraços

  • Ostra Azul

    Muito bom texto Henrique, um excelente aperitivo para o e-book, estou no aguardo 🙂
    bjs

    • Muito obrigado!

      Faltam menos de 2 semanas para o lançamento e já estou acertando os detalhes finais! 🙂

      Abraços!

  • Olá, Henrique!Excelente artigo, parabéns! Eu já ouvi falar sobre o tema de Finanças Comportamentais, inclusive li um livro, “Finanças Comportamentais: Gerencie suas Emoções e Alcance Sucesso nos Investimentos”, do Aquiles Mosca, e achei super interessante. Fala inclusive, da relatividade que você citou aqui.

    Cheguei a comprar também (mas não li ainda) o livro “Psicologia Econômica”, da Vera Rita Ferreira, então não posso opinar. Mas pelo visto ela é uma das importantes autoras do assunto no Brasil, visto que ela é citada nos 3 primeiros resultados em uma busca no Google por “psicologia econômica”.
    E o bom é que ambos os livros são super baratos, achei a R$9,90 cada um 😉

    Estamos aguardando ansiosamente o release do seu e-book! =)
    Um abraço!

    • Grande Igor!

      Muito bom o seu interesse nessa área. Confesso que não é uma área muito comum entre os investidores, mas é muito importante para o amadurecimento no mercado.

      Aproveito para deixar meu comentário pela primeira vez aqui no HC Investimentos sobre o seu novo blog: Vitamina $ – Finanças Pessoais. Está excelente! Segue o link para quem ainda não visitou:

      http://vitaminasfinancas.wordpress.com/

      Forte Abraço!

  • Rozana Ventura

    HC, parabéns pelo artigo. Minha monografia da graduação e o TCC da pós graduação são sobre este assunto, que você abordou de forma muito clara e objetiva. Como trabalho com assessoria de investimentos diariamente me deparo com situações como estas!

    Um grande abraço e muito sucesso.

    • Muito obrigado pelo comentário Rozana!

      Depois de alguns anos “encarando” o mercado a gente vai se dando conta dos nossos vícios comportamentais né?! 🙂

      Desejo sucesso com sua assessoria!

      Abraços!

  • psecreaft

    HC excelente artigo!
    Tenho na minha coleção um livro revisado pelo Cerbasi de Psicologia Financeira e acho fascinante este tema, pois mesmo estudando ainda caimos em algumas armadilhas.
    Estou ansioso para ler o seu livro que tenho certeza será de ótima valia para os estudos de investimentos!

    Abraços e parabéns por esta conquista! 🙂

    • Muito obrigado pelas gentis palavras!

      É inevitável… às vezes ainda caímos nessas perigosas armadilhas, mas só o fato de conhecermos elas já ajuda bastante.

      Abraços!

  • Excelente post Henrique Carvalho. Muito bacana a abordagem que fez no post. Foi clara e objetiva.

    Quanto ao ebook, estou muito feliz com a notícia. Creio que será um excelente material e será um sucesso.

    Esperamos então o lançamento.

    Um grande, abraço e sucesso…

    • Muito obrigado pelo apoio Thiago!

      Fico muito feliz que tenha gostado desse assunto e agradeço pelo suporte em relação ao eBook.

      Grande Abraço e Sucesso!

  • Cristiano

    Boa sorte com e-book, Henrique! Aguardamos ansiosos…

    Agora, em relação a caneta e o terno; tem o percentual de quanto os R$ 15,00 significa no preço do produto. Em relação a caneta, compraríamos 16 canetas.

    • Breno Medeiros

      Se você gasta, por exemplo, R$ 3,00 por dia para comprar pão na padaria, com os R$ 15,00 economizados vai ter dinheiro para 5 dias. Isso independe se a economia veio do terno ou do caneta.

      Aguardo o e-book, Henrique. Boa Sorte!!!

      • Grande Breno!

        Ao longo da semana detalharei melhor sobre o eBook amigo.

        Obrigado pelo apoio!

        Abraços!

    • Olá Cristiano!

      É exatamente o que o Breno respondeu embaixo.

      Economizando os R$ 15,00 no terno você também poderá comprar 15 canetas! 🙂

      Afinal, R$ 15 economizados continuam sendo R$ 15. Independente se você economizou na caneta ou no terno.

      Abraços!

  • Investidor em Ação

    Exelente post! A busca do ser humando pelo imediatismo constante afugenta muitas pessoas dos investimentos a longo prazo. É difícil convencer por exemplo os viciados em trades, a montar uma carteira de LP. A economia comportamental explica isso!

    Abraço

    investidoremacao.blogspot.com

    • Muito obrigado pelo comentário!

      É verdade. Um outro assunto que comento no eBook é o conhecido Efeito Manada. Ajuda a explicar porque no auge da crise de 2008 muitos investidores estavam vendendo ao invés de comprar.

      Economia Comportamental é um assunto fascinante!

      Abraços!

  • MarcoK

    Henrique, que seja um sucesso seu e-Book!Depois você tem que escrever um livro de como você administra o tempo para conseguir fazer tantas coisas com qualidade. ao mesmo tempo.

    • Grande Marco!

      Obrigado pelo apoio!

      Confesso que o “segredo” é estudar muito. Bastante mesmo. Seja investimentos, gerenciamento do tempo ou qualquer assunto que seja importante para você. 🙂

      Abraços!

  • Felipe Medeiros

    Impressionante Henrique!

    Esse assunto ainda é muito pouco abordado e você o explorou com clareza e perfeição!
    Tenho certeza que esse e-book vai ser um sucesso e espero que um dia você consiga publicá-lo e torná-lo um best-seller como fez o Gustavo Cerbasi!

    Muito boa sorte em sua empreitada e sucesso, pois você o merece!

    Grande abraço,
    Felipe Medeiros

  • Parabéns Henrique pela qualidade e clareza do artigo.

    Mesmo sabendo das “armadilhas” que a nossa mente nos proporciona, temos a tendência de agir no impulso e fazermos comparações como você bem colocou.

    Ansioso pelo seu E-book que com certeza será um grande sucesso.

    Abraços!!

    • Muito obrigado pelos elogios André!

      Fico feliz que tenha gostado do artigo e também aguardo ansioso o lançamento do eBook.

      Abraços!

  • Oliveira Moises

    Ótimo! Tô comprando o e-book! Parabens Henrique.
    Moises Oliveira

    • Muito obrigado Moises!

      Qualquer dúvida sinta-se à vontade para entrar em contato.

      Abraços!

  • Pingback: Quando Comprar e Vender Ações: Um método simples e automático()

  • Pingback: 3 Piores Erros ao Investir: Saiba Como Evitá-los!()

  • Pingback: Quando Sonhos se Tornam Realidade: Pré-Lançamento do eBook()

  • Pingback: Alocação de Ativos: Como adotar essa estratégia hoje mesmo()

  • Pingback: 10 dicas sobre como investir (a #8 é minha favorita)()

  • Leonardo Lopes

    Claro e objetivo. Novamente claro. Muito bom o artigo, parabéns. Obrigado por disponibilizar seu tempo para nos ajudar a caminhar essa trilha chamada liberdade financeira.

    Abç

  • Pingback: Teoria do Marshmallow aplicada aos Investimentos()

  • Pingback: Estratégia de negócios: economia comportamental ‹ Pieroli()

eBook-alocacao-ativos