90 Carteiras, 51 Ativos e 1 Único Objetivo: Aprender! (Resultados de Jan/2012)

carteiras-de-investimentos-2012

Olá Amigos!

Esta é a primeira atualização da série Alocação de Ativos em 2012.

Todas as séries, passadas ou presentes, você pode acompanhar na seção carteira de investimentos aqui no blog.

Gostaria de agradecer a todos vocês pela participação, comentários e elogios.

Os números superaram bastante minha expectativa!

Durante este período de apenas 2 semanas recebi 84 Carteiras de Investimentos aptas a participar da Série.

O maior número de carteiras ajudará bastante no processo de análise, garantindo maior confiabilidade ao estudo.

Continue Lendo este artigo para saber mais sobre:

  • As 84 Carteiras e como estão alocadas
  • Quais são os ativos mais comuns entre as carteiras
  • Estatísticas surpreendentes sobre as carteiras
  • Rentabilidade Mensal dos 51 Ativos e das 84 Carteiras
  • Ranking das Carteiras
  • Carteira Destaque do Mês

Conheça as 84 Carteiras

Não vou publicar todas as 84 carteiras em detalhes aqui.

Além de ocupar muito espaço valioso do post seria extremamente monótono ver todo este número de carteiras.

Entretanto, separei 3 gráficos bem interessantes para vocês.

1. Alocação de Ativos Média das Carteiras (Classes de Investimentos)

Alocação Média das Classes das Carteiras de Investimentos

Uma das primeiras surpresas que tive quando comecei a receber as planilhas foi saber que vários investidores estavam utilizando o modelo 4-3-2-1.

Ele se refere a: 40% Renda-Fixa; 30% Ações; 20% FII e 10% Câmbio.

A diferença da média para este modelo é que os investidores preferem abdicar 5% do Câmbio para investir em Ações.

Na minha opinião é uma boa escolha, já que nem toda carteira deve alocar em câmbio.

2. Ativos que Receberam a Maior Alocação

Alocação Média das Carteiras de Investimentos

Cada círculo azul no gráfico acima se refere a um ativo.

Perceba que os ativos estão rankeados de acordo com a participação média de todas as carteiras.

O ativo com maior média de alocação foi a LFT 2015, seguida pela LTN 2015 e pelo BOVA11.

Analisando os ativos preferidos nota-se que não há nenhuma ação individual ou fundo imobiliário, o que significa que o público do HC Investimentos tende a diversificar mais sua carteira, alocando em ativos que sintetizam melhor um índice.

A lanterna fica com TAMM4, com uma alocação média de apenas 0,06%.

Warren Buffet, no livro The Intelligent Investor, já citou detestar companhias aéreas…

Não sei se é coincidência, mas os investidores parecem concordar com ele.

3. Estatísticas Interessantes e Surpreendentes sobre as Carteiras

Estatísticas das Carteiras de Investimentos

Separei 7 itens do tipo: “Você Sabia?”

  1. Além de 54% das Carteiras Investirem nas 4 Classes, 83% investem em 3 classes de Investimentos.
  2. Além de 21% das Carteiras Investirem mais de 50% em Renda-Fixa, apenas 9,52% investem mais de 50% em Ações.
  3. Costumo dizer que o investidor deve investir, no mínimo, em 5 fundos imobiliários diferentes. Neste caso, o baixo número de 64% me preocupa.
  4. Além desta regra de bolso de 5 fundos imobiliários, cito que uma diversificação ideal seria acima de 10 fundos imobiliários. Somente 31% passaram neste teste.
  5. 43% das Carteiras Investem somente em ETFs de Ações na Classe Bolsa. Até que o número me surpreendeu positivamente.
  6. 40% das Carteiras Investem em um Mix de ETFs e Ações Individuais. Aqui era onde esperava a maior concentração de investimentos.
  7. 17% das Carteiras Investem somente em Ações Individuais na Classe Bolsa. Será interessante analisar o retorno x risco destas carteiras.

Rentabilidade Mensal

Após estes gráficos introdutórios sobre as carteiras vamos realmente ao que interessa: Resultados das Carteiras.

Mas antes, precisamos verificar os resultados de cada um dos 51 ativos disponíveis para investimentos.

Afinal, dependemos destes números para saber qual carteira sairá na frente desta série.

Rentabilidade Mensal dos 51 Ativos em Janeiro/2012

Rentabilidade Mensal das Carteiras de Investimentos

Nota: A rentabilidade apresentada pode ser ligeiramente diferente de alguma base de dados, já que ela é calculada através de dados diários, ao invés de simplesmente pegar o dado mensal de uma fonte.

É um gráfico bem extenso, mas resume em detalhes todos os ativos.

Para quem não estava acostumado com a série anterior vou relembrar as principais informações do gráfico:

  1. O gráfico reflete um ranking decrescente. Logo, de cima para baixo temos os ativos com maior rentabilidade.
  2. Existe uma divisão entre ativos com rentabilidade positiva (barras azuis) e rentabilidade negativa (barras vermelhas).
  3. Cada classe recebe uma cor para facilitar a visualização do retorno pelas classes: Renda-Fixa (azul); FII (verde); Câmbio (laranja) e Bolsa (vermelho).

A primeira coisa que reparei quando criei este gráfico foi: Logo na inauguração da série Alocação de Ativos as 2 empresas do Eike estão no topo do Ranking? rsrs

A segunda foi buscar pela classificação dos ETFs BOVA11, PIBB11 e SMAL11 entre as ações. É possível ver que a posição deles em relação às demais ações é positiva.

Ao longo deste estudo, irei elaborar mais gráficos comparativos para enfatizar alguns conceitos como o retorno x risco dos ETFs x Ações Individuais.

Ainda temos muito o que falar sobre este gráfico e poderia render um artigo inteiro apenas sobre ele.

Porém, para facilitar a leitura e evitar um blá blá blá desnecessário, separei o conteúdo deste principal gráfico em 5 gráficos específicos.

1. Distribuição do Retorno Mensal dos Ativos

Retorno Mensal Diversos Ativos Janeiro 2012

Ao invés de analisar uma longa tabela + um gráfico que mais parece um arranha céu, que tal analisar a distribuição do retorno mensal de cada ativo?

O gráfico é simples. No eixo vertical (Y) temos o retorno mensal de cada ativo.

No eixo horizontal (X) temos a posição no ranking do ativo.

Logo, analisamos da esquerda para à direita os ativos com maior rentabilidade.

Uma das vantagens deste gráfico é a possibilidade de identificar um retorno disperso, como o caso da OGXP3.

Portanto, é provável que uma carteira com uma boa alocação neste ativo tenha um ótimo retorno no mês.

Todos os detalhes sobre as carteiras em breve…

Mas antes…

2. Retorno Mensal das Classes de Investimentos

Retorno Mensal Classes de Investimentos Janeiro 2012

Este gráfico coleta a média de cada tipo de classe.

Por exemplo, a Classe Bolsa possui 23 ativos, sendo 3 ETFs e 20 ações.

Logo, calcula-se a média (sem ponderação nenhuma) para a classe.

Neste caso, a média da classe Bolsa é de 6,68%, bem abaixo do ETF BOVA11 com 11,06%.

A classe Câmbio foi a que mais sofreu neste mês, com queda de -4,44% em média.

3. Distribuição do Retorno Mensal da Classe Renda-Fixa

Retorno Mensal Títulos Públicos Janeiro 2012

Novamente um gráfico que analisa a distribuição do retorno.

Porém, agora os ativos são rankeados dentro de sua própria classe. No caso, Renda-Fixa.

Aqui é possível perceber a preferência pelos títulos indexados a inflação (IPCA).

O título indexado à taxa Selic (LFT 2015) teve a menor rentabilidade dentre os 5 títulos.

Este gráfico se reflete no comportamento dos juros futuros em janeiro, que tiveram uma leve queda.

4. Distribuição do Retorno Mensal da Classe Fundos Imobiliários

Retorno Mensal Fundos Imobiliários Janeiro 2012

O ativo destaque para os fundos imobiliários foi o FLMA11, com rentabilidade de 12,95%.

Rentabilidade, inclusive, acima do Ibovespa.

Os dois outros fundos com rentabilidades próximas de 10% são o HTMX11B (9,83%) e o HGRE11 (8,93%).

Do lado negativo, o fundo WPLZ11B obteve o pior desempenho, de -1,35%.

Perceba a média de retorno desta classe de investimentos foi de 2,69%.

Diversificar além de Renda-Fixa e Bolsa é um benefício que todo investidor deveria aproveitar.

No longo prazo, uma carteira com Renda-Fixa + FII + Bolsa tende a obter uma relação risco x retorno muito melhor do que uma carteira somente com Renda-Fixa + Ações.

5. Distribuição do Retorno Mensal da Classe Câmbio

Retorno Mensal Câmbio Janeiro 2012

Com a forte alta do Ibovespa no mês é natural esperar uma queda dos ativos cambiais, dado sua correlação negativa com o índice.

Entretanto, o Ouro é um ativo atrai os investidores porque ele tendem a subir quando o Ibovespa cai e não tende sempre a cair junto com os demais ativos cambiais.

É claro que esta relação pode não se sustentar no longo prazo, mas tem sido interessante como o Ouro tem se comportado nos últimos 10 anos.

Saiba tudo nesse artigo sobre como investir em ouro.

6. Distribuição do Retorno Mensal da Classe Bolsa

Retorno Mensal Ações Janeiro 2012

O mês de janeiro foi dominado pelas empresas “X”, com OGXP3 em primeiro e MMXM3 em segundo.

A distribuição do retorno no meio da “cauda” é quase linear, sendo que somente o final da cauda possui 2 ativos que quebram esta sequência.

No caso, são eles: VIVT4 (-4,78%) e AMBV4 (-5,33%).

Ícone curso Curso 100% grátis!

Junte-se a leitores que recebem as nossas 10 aulas grátis sobre investimentos!

Ranking das Carteiras

Retorno Mensal Investidores Janeiro 2012

clique na imagem para ampliar

Nota: Caso você esteja participando desta série e tenha dificuldades em achar sua carteira, ao invés de usar siglas sinta-se à vontade para me enviar um nickname, como: Angel, Sir Income, por exemplo.

Na tabela acima você pode ver a rentabilidade mensal das 84 carteiras enviadas.

E nesta primeira atualização o campeão de rentabilidade foi a carteira CDVEST, com uma rentabilidade de 8,05%.

Vocês lembrar do comentário sobre a carteira que possuir o ativo OGXP3, cujo retorno foi acima de 20%?

Pois é…esta carteira tem uma alocação de 10% no ativo, o que já a coloca na vantagem.

Além disso, possui uma alocação de 65% em Bolsa e uma alocação de 5% na MMXM3.

Devido ao ótimo mês do Ibovespa, com alta acima de 10%, a grande maioria das carteiras obteve ótima rentabilidade.

A única carteira com resultado negativo foi a AMR.

Neste caso, não é exatamente uma carteira, já que conta apenas com um investimento único (100%) no fundo imobiliários BBRC11.

Distribuição do Retorno Mensal das Carteiras de Investimentos

Distribuição do Retorno Mensal Investidores Janeiro 2012

Agora você já deve estar acostumado com este gráfico da distribuição do retorno.

Neste caso, temos o retorno mensal das carteiras através do ranking da posição da carteira.

Será interessante ver como este gráfico irá se comportar ao longo do tempo.

Aguardem também novos gráficos como a relação entre retorno x risco das carteiras.

Com mais tempo e mais dados poderemos fazer análises melhores das carteiras.

E, claro, não poderia faltar…

Carteira Destaque do Mês

Carteira Destaque do Mês

O destaque do mês é óbvio. É a carteira CDVEST com rentabilidade de 8,05%.

Retorno em ações acima do próprio Ibovespa.

Investimento em Ouro (5% da alocação total).

A carteira mistura ETFs e ações individuais, com destaque para OGXP3 e MMXM3.

Além disso, os 35% investidos em Renda-Fixa estão alocadas em todos os títulos públicos disponíveis.

Conclusão

Espero que vocês estejam tão animados como eu para esta série sobre Alocação de Ativos.

Analisar os resultados destas 84 carteiras diferentes permite amplo uso de dados para verificar conceitos como:

  • Diversificação de Carteiras
  • ETFs x Ações Individuais
  • Minimização de Risco
  • Número adequado de fundos imobiliários para investir
  • Correlação entre as diferentes classes

E o mais importante…

… Como cada carteira se comporta em diferentes cenários.

Não tempos o poder para adivinhar o futuro. Logo, diversificamos.

Será interessante analisar como carteiras mais diversificadas irão se comportar no longo prazo em relação a carteiras menos diversificas, principalmente na relação risco x retorno e através do índice de sharpe.

Continue acompanhando este estudo, porque uma coisa é certa: Todos temos muito a aprender.

E nada melhor do que ativos reais, dados reais, e análises detalhadas de 84 carteiras de investimentos.

Afinal, nosso lema é: “84 Carteiras, 51 Ativos e 1 Único Objetivo: Aprender!”

(crédito das imagens: shutterstock.com)

Sobre o autor

Henrique é especialista em alocação de ativos, eleito um dos 5 melhores educadores financeiros do Brasil em 2012/2013. Continue Lendo aqui!

  • Excelente Henrique! Esse tipo de post proporciona uma didática muito boa, sem falar na troca de experiências, que será muito proveitosa!

    Mais uma vez, parabéns pela ideia, organização e por colocar um projeto desses em prática.
    Estou acompanhando de perto!

    Abraços

    • Muito obrigado pelo comentário Tiago!

      Obrigado por acompanhar e participar! 🙂

      Grande Abraço!

  • Sir Income

    HC,

    Parabéns pelo artigo.

    Interessante observar que a maioria das carteiras conseguiu superar o CDI.

    Queria tirar uma dúvida: As rentabilidades das NTNB-P 2024 e 2035 não estão equivocadas?
    No tesouro direto aparecem como, respectivamente, como 0,42% e -0,08.

    Abraços,
    Sir Income

    • Olá Sir Income!

      Algumas opções:

      1. Você viu a rentabilidade nos últimos 30 dias e não no mês anterior.
      2. O TD considera um cálculo diferente para a rentabilidade, conforme já citei nas série passada.
      3. O cálculo que utilizo é o seguinte: preço de compra no final do mês / preço de compra no final do mês anterior -1.

      Abraços!

  • Ra

    • Oi? rsrs

      • HC,

        Desculpe mas a mensagem anterior foi um erro na postagem. Mas aproveitando a sua resposta, como seu trabalho pode ser útil a novos investidores?É acompanhar sua analise e utiliza-la como base para realizar novos investimentos ?

        Posso começar a investir em RF primeiro. Então poderia usar como referencia a sua analise e verificar a disponibilidade dos titulos públicos mencionados na carteira e incorporar na carteira.

        E mais ou menos assim que os investidores podem usar a sua analise para investimentos (claro que cada investidor é o único responsável pelo manuseio da sua carteira, bem como os lucros, prejuizos e custos vinculados a esse manuseio)

        Att

        • Olá Augusto!

          Não recomendo ninguém a investir baseado-se por esta série.

          Apesar de usar ativos reais e dados reais, ela tem caráter educacional.

          Aqui o investidor iniciante pode aprender técnicas de gestão de carteiras e, somente depois, com este conhecimento, montar sua carteira de investimentos.

          Abraços!

    • Oi? rsrs

  • Fernando

    Sensacional, Henrique!
    Esse é o post mais relevante, mais direto ao ponto que li nos últimos tempos. Caramba, 84 carteiras! Não se encontra informação desse nível em website nenhum. Será interessantíssimo acompanhar a evolução dessas carteiras durante 2012.
    Parabéns pelo projeto!

    • Muito obrigado pelo apoio Fernando!

      Realmente será muito interessante acompanhar o desempenho destas 84 carteiras ao longo do tempo.

      Grande Abraço!

    • Muito obrigado pelo apoio Fernando!

      Realmente será muito interessante acompanhar o desempenho destas 84 carteiras ao longo do tempo.

      Grande Abraço!

  • Jonas silva

    Parabens pelo blog e a iniciativa! aprenderemos muito com ele.Pena que cheguei tarde e não poderei participar….
    tenho uma duvida…alguem me explicaria porque em relação as ntn-b…a de pior rendimento foi a de vencimento em 2024??
    obrigado desde já
    jonas

    • Olá Jonas!

      Poxa, que pena…mas continue acompanhando a série conosco! 🙂

      Sobre as NTN-B depende da expectativa da taxa de juros futura para aquele vencimento e/ou a inflação esperada até aquele vencimento.

      O tema não é muito simples e daria um artigo inteiro sobre o assunto…mas basicamente seriam estes 2 fatores acima.

      Abraços!

    • Olá Jonas!

      Poxa, que pena…mas continue acompanhando a série conosco! 🙂

      Sobre as NTN-B depende da expectativa da taxa de juros futura para aquele vencimento e/ou a inflação esperada até aquele vencimento.

      O tema não é muito simples e daria um artigo inteiro sobre o assunto…mas basicamente seriam estes 2 fatores acima.

      Abraços!

  • Breno Medeiros

    Henrique,
    Parabéns pelo trabalho!!!
    Agora eu acho que para os participantes ficou faltando a visualização da composição exata das carteiras. Sei que são 84 carteiras, o que ocuparia bastante espaço, mas poderia ser colocado nesse primeiro mês ou enviado por e-mail aos participantes.
    Vamos que vamos, Carteira BM!!!

    • É tudo questão de um trade-off Breno! 🙂

      Achei melhor deixar deste modo e, caso alguém tenha dúvidas sobre sua carteira, sugiro enviar um email para mim.

      Deste modo, posso responder melhor as questões.

      Abraços!

  • O investidor

    Parabéns Henrique por sua dedicação, seu empenho, sua organização. É um ótimo exemplo a ser seguido não apenas nas finanças mas para todas as áreas, já que necessitam de liderança.

    Meus parabéns pelo curso, agora tá explicado o segredo das planilhas tão bem feitas 😛 rsrsrsrs

    Abração

    • Muito obrigado pelo comentário!

      Sem dúvidas este curso de excel me ajudou bastante a organizar melhor todo esta série de alocação de ativos.

      Recomendo a todos que gostam e trabalham com planilhas excel.

      Abraços!

  • Henrique

    Parabéns pelo site Xará!Venho acompanhando há algum tempo e aprendo cada vez mais.Você aborda os temas que em outros sites ou livros parecem complexos de forma simples e direta, o que facilita muito o entedimento.
    Excelente esse simulador de carteira, estou participando e acompanhado diariamente!

    Abraço

    • Olá Xará!

      Obrigado pelo comentário e por acompanhar esta série! 🙂

      Grande Abraço!

  • Helison

    Caro Henrique…

    Esta de parabéns pela sensacional serie….

    Um verdadeiro acervo de conhecimento…

    Quanto os cursos de excel, só não faço pq são em ingles.

    Desta forma, quando aparecer um em portugues não me deixe de fora.

    Quanto a minha carteira, não consegui identifica-la pois veio com abreviação diferente.

    Helison Medina era o nome e HM a abreviatura….

    Qual é ela?

    Quanto a analises da carteira como:
    Retorno/Risco
    Sharpe
    Beta
    Hedge Ratio 
    Potencial de Diversificação
    Stress Test 

    Será feito tal analise?

    A carteira destaque só leva em consideração o retorno?

    Mas e o risco, como ficou? Altíssimo imagino!

    Desde ja agradeço.

    Te mandei um email tentando esclarecer uma duvida, tem como vc dar uma olhada.

    • Olá Helison!

      Realmente parece ter ocorrido algum engano..

      Vou verificar aqui na minha planilha com todas as alocações e, caso não encontre sua carteira, irei incluí-la na próxima atualização.

      Desculpe qualquer inconveniente, caso tenha sido o caso.

      Quanto as análises vou aprimorá-las conforme o andamento do estudo.

      Publicar todas estas informações de uma vez só poderia causar uma confusão. Aos poucos vou “soltando” novos gráficos! 🙂

      Abraços!

  • Helison

    Será que vc conseguiria disponibilizar os retornos dos ativos para download, para fazermos uma analise nossa? Seria muito dificil pra vc?

  • Obrigado pela dedicação Henrique!
    Só tenho a agradecer pelo alto nivel das informações do blog!

    Abços

    ITM

    • Eu que agradeço pelo comentário e pela participação ITM!

      Grande Abraço!

  • Leonardo Rocha

    Grande Henrique!!

    Excelente trabalho com as Carteiras!! Parabéns (mais uma vez!)!

    Só não consegui encontrar a minha Carteira no Ranking que você colocou aí em cima… Será que as siglas foram trocadas por engano? Eu coloquei a abreviação “LR”… Você poderia dar uma verificada nisso?

    Ah, se possível troca a abreviatura LR para ROCHA (pois vai ficar mais fácil visualizar nas tuas postagens!

    Valeu mesmo!

    Leonardo Rocha

    • Olá Leo!

      Acredito que realmente houve uma confusão na nomeclatura da sua carteira.

      Parece que utilizei “LF” ao invés de “LR”. As letras são próximas no teclado, o que pode comprovar esta troca.

      De qualquer forma já mudei o nome para “ROCHA”.

      Desculpe o engano. Na próxima atualização já poderá encontrar mais fácil sua carteira.

      Obrigado pelo comentário e pela participação amigo!

      Grande Abraço!

      • Ah…

        E já descobri porque troquei seu nome por “Leandro” no email.

        Recebi um email um pouco antes do seu de um leitor cujo nome é Leandro Rocha.

        Junte isso as 84 carteiras recebidas…

        Aí complicou né?! rsrsrsrs

        Abraços!

  • Henrique,  É impressionante o teu empenho, mesmo com recursos avançados de excel, fazer todas as compilações! Fico muito feliz em pode estar participando dessa vez, é muito bom poder acompanhar o desempenho da carteira e fazer comparativos! Grande abraço

    • Muito obrigado pelo comentário e pela participação Gustavo!

      Grande Abraço!

  • Helison

    Henrique, se vc conseguisse disponibilizar a planilha da carteira destaque do mês tbm ajudaria. 

    • Olá Helison!

      Você se refere a alocação dela?

      Abraços!

      • Helison

        Sim.
        Alocação, bem como os indices de estudo.

        Com certeza vc ja ouviu falar de Indice Jansen e Treynor.

        Ja pensou em fazer algum artigo sobre eles?

        • Já sim!

          Calculo eles, mas vamos com calma. 🙂

          Aos poucos vou adicionando mais conteúdo para melhorar as análises.

          Abraços!

  • Guimarães

    Parabéns HC, não é todo mundo que tem a disponibilidade (saco – rs) para fazer um trabalho desses e, ainda por cima. grátis! Estou participando com a carteira GUI e fiquei feliz com o rendimento desse mês, embora eu esteja comprado no BOVA11 desde de novembro quando o preço estava a R$ 55,04 e quando comprei titulos do TD. Acompanho seu trabalho, somo também do Rafael Seabra (Blog quero ficar rico), desde quando decidi investir dinheiro (quase 1 ano atrás), desde esse tempo venho estudando, comprando livros e acompanhado o mercado. Com certeza o seu blog foi um dos melhores que encontrei e que me ajudou bastante nesse aprendizado (aconselho a todos os iniciantes – assim como eu – nevegar pelo blog. Em relação ao curos do excel estou interessado em participar, pois também tenho uma planilha para acompanhar meu investimento, contudo é muito simples, mas quando cliquei no link do seu blog foi redirecionado para a página do curso, no entanto esta em ingles, ai pergunto: o curso é em inglês?

    No mais, parabéns pelo belo trabalho.

    • Olá Guimarães!

      Primeiramente obrigado pelas palavras. Fico feliz em poder ajudar! 🙂

      Quanto ao curso: Sim. Ele é todo em inglês.

      Porém, mesmo quem saiba um pouquinho de Inglês e Excel pode aprender bastante, já que o Daniel (instrutor) é muito didático e fala bem pausadamente.

      Recomendo este ótimo curso (em inglês) porque aqui no Brasil desconheço (ainda) verdadeiras boas opções.

      Como gosto de aprender sempre com os melhores dos melhores, ele é minha indicação.

      Grande Abraço!

  • I-M-P-R-E-S-S-I-O-N-A-N-T-E!!!!! o.0

    Parabéns pela dedicação e empenho, Henrique! O artigo colossal no conteúdo e magnífico na didática é uma verdadeira aula de aprendizagem, uma espécie de “curso de extensão” do excelente e já consagrado Mini-Curso.

    É muito interessante observar que a alocação média das carteiras, com uma distribuição equilibrada entre diferentes classes de ativos, é de certa forma um reflexo da aprendizagem colocada em prática pelos leitores desse blog fora de série.

    Traduzindo em outras palavras: os leitores-alunos estão colocando em prática o que tem aprendido no HC Investimentos – dentre os quais eu me incluo! (aliás, a carteira VR fez bonito nesse mês, hein….rsrsrs). Creio não existir maior recompensa do que isso: saber que seus ensinamentos estão mudando para melhor a vida financeira de milhares de investidores!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Muito obrigado pelos generosos elogios meu amigo!

      Fico extremamente honrado com sua participação neste série.

      Agradeço também por todo este tempo que você destina a escrever no Valores Reais.

      http://www.valoresreais.com/

      Fonte de conhecimento única, com toda a sua didática.

      Estamos juntos nessa jornada amigo.

      Grande Abraço!

  • Fernando

    Henrique, queria dar uma sugestão. Na tabela do ranking das carteiras, seria muito legal se cada participante adotasse um “nickname” ao invés de iniciais, a partir do próximo mês (como já fizeram o Sir Income, o Schroeder, o Angel, etc.). Melhoraria a visualização não só para os leitores, mas para os próprios participantes. 

    Abração!

    • Ótima sugestão Fernando!

      Vou colocar uma referência no artigo.

      A intenção sempre foi esconder o nome real dos participantes, mas o nickname é melhor do que usar as iniciais.

      Portanto, sinta-se à vontade para enviar seu nickname que altero na planilha.

      Abraços!

  • Meu amigo, você não existe, que trabalho maravilhoso, gráficos perfeitos, didática fantástica, só elogios. Sou seu fã…

    Abraço!

    PS. Minha carteira fez bonito neste primeiro mês, rs.

    • É amigo!

      Mandou muito bem neste mês.

      Obrigado pela palavras sinceras de elogoio.

      Admiro seu trabalho e estamos juntos nesta longa jornada.

      Grande Abraço!

  • Marcobarbosamg

    HC tudo que posso dizer praticamente já foi dito aqui. Realmente vc está de parabéns pela eficiencia e organização. Tenho a honra de poder participar da família HC INVESTIMENTOS da qual vc é o patriarca dedicado e com certeza habilitando os investidores brasileiros para tornar seu patrimonio uma fonte de recursos, possibilitando a Indepenência Financeira e uma vida cheia de realização de projetos.

    • Grande Marco, meu nobre amigo! 🙂

      Obrigado pelas palavras.

      Só tenha a agradecer pela oportunidade de poder contar com todos vocês nesta série.

      Será um aprendizado incrível!

      Abraços!

  • Onde vc vai para HC ?!? rsrs

    Fantástico! Muito obrigado pela oportunidade.

    Como alguém já sugeriu, seria muito interessante poder ver a composição de cada carteira. Não seria possível enviar por email ou criar um link para uma página dedicada apenas ao detalhamento das carteiras ?

    Abraço

    ps – Sem querer abusar, seria possível então trocar o meu nickname de MJ para Major ?

    • rsrsrs

      Beleza! Vou trocar para Major. 🙂

      Hmm…estou pensando sobre a composição de cada carteira.

      Provavelmente será um link para a imagem com todas as alocações.

      Na próxima atualização deve resolver isso.

      Abraços!

  • Francisco Ribeiro

    Henrique, mais uma vez meus parabéns!

    Quanta agilidade no trabalho, estatísticas interessantes e gráficos deslumbrantes.

    É um prazer muito grande acompanhar este blog e poder absorver o conhecimento de todos.

    Forte abraço.

    • Muito obrigado pelo comentário Francisco!

      É uma honra poder colaborar.

      Abraços!

  • Prof. Elisson

    Eu não poderia deixar de passar aqui e deixar o meu CONGRATULATIONS.
    Eu havia comentado com você, antes de saber desse projeto, de uma ideia de fazer um tipo de um jogo de investimentos, lembra??? Estou até com vergonha agora de tocar esse projeto adiante rsrsrs.
    Apesar da pouca idade você está se mostrando um expert na arte dos investimentos e espero que ainda possa nos proporcionar muitos ensinamentos daqui para a frente.
    E para terminar com uma piadinha: “eu diria para o Cdvest: agora vende, vende tudo…” kkkkkk
    Parabéns companheiro… e já me inscrevi no curso de Excel.
    Abração
    Elisson

    • Muito obrigado pelas gentis palavras Elisson!

      A ideia do jogo era muito boa amigo. Não a mate deste modo… 🙂

      E fico muito feliz pela sua inscrição no curso de Excel.

      Para quem ainda não viu: http://hcinvestimentos.com/out/excel-hero-academy

      Suas planilhas já são muito boas, mas com este curso amigo, você irá detonar!

      Grande Abraço!

  • Investidor Defensivo

    Olá HC!
    A estatística que mais me saltou os olhos foram os 64% investindo em mais 5 fundos imobiliários.
    Será que tem tanta gente assim investindo em FIIS na vida real?
    Acho que a turma das carteiras quer é estudar o comportamento dos FIIs por aqui…

    abs!

    • Olá ID!

      Acho que pela maioria dos participantes lerem frequentemente o blog devem saber da importância de diversificar em FII e escolher, no mínimo, mais de 5.

      Se pegarmos o universo total de investidores este número cairia bastante.

      Abraços!

      • marcelo – mpx

        Sou muito grato pelas lições do blog!

        Minha carteira possui mais de 5 FII e, na vida real, estou atualmente com 6 FII.
        Aproveito para perguntar: no nosso “exercício” ou “estudo” a rentabilidade dos ativos leva em conta apenas as variações de preço ou contempla também os rendimentos/dividendos/juros?

        Sou investidor em busca de dividendos etc. (o faz-me rir)… rsrsrs

        • Olá Marcelo!

          Sim, são considerados dividendos e todo tipo de rendimento mensal.

          Abraços!

  • Gidel Mendes

    Extraordinario Henrique! Estou contente de estar participando com uma carteira. Tenho certeza que aprenderei bastante. Aliás, isso é o que eu tenho conseguido desde de que passei a frequentar o seu blog.

    Parabens amigo!

    Em tempo: solicito trocar o meu nickname de GM para Ledig ?

    • Olá Gidel!

      Obrigado pelo comentário e pela participação nesta série!

      Claro, vou trocar. Sem problemas. Abraços!

  • O que dizer além de “Excelente trabalho”?
    Adorei o post, um trabalho fenomenal.

    Minha carteira (LP) não ficou tão longe do real, mas veremos mais para frente.

    Abraço!

    • Olá Fabrício!

      Muito obrigado pelo comentário e pela participação nesta série.

      Grande Abraço!

  • Leonardo Matzenbacher Finger

    Clap clap clap! Mais uma vez ficou show de bola o post! Muito instrutivo os gráficos, meu deu algumas idéias para eu “roubar” para a minha planilha de acompanhamento! hehehe.

    abraços!

    • rsrsrs

      Pode “roubar” à vontade Leo!

      Grato pelo comentário.

      Abraços!

  • Deninvest

    Agradeço por poder participar. Você vai crescer muito no mundo dos investimentos, diria que tu já é um dos grandes que levam a frente a educação financeira em nosso país.

    Sei que não é competição, mas dá uma alegria ser o 01 hehe! Na verdade não por estar a frente dos outros e sim por ver que aquilo que você acredita tá funcionando. Deixando a trollagem de lado…Com certeza aprenderemos muito com esses testes, tenho de admitir que errei em não investir nos FII, na verdade os estudos que tinha feito dos FII, perdi acho que ficaram no outro PC então decidi não me meter no campo em que não conheço, na verdade conheço pouco. Tenho quase certeza que no futuro irei chorar por essa falha, entretanto [i]quanto maior o risco maior o retorno[/i], também será bom ter uma carteira diferenciada acho que as pessoas estão muito padronizadas. 

    Enfim vamos acompanhar esse estudo do nosso querido HC e ver que surpresas nos trará a bolsa esse ano 2012(será o fim?rsrs).

    Abç, a todos 
    Deninvest

    • Muito obrigado pela participação Deninvest!

      É, começou bem. Liderança dentre as 84 carteiras analisadas não é fácil.

      Mas, 2012 é longo e muita coisa pode mudar! 🙂

      Eu estou ansioso para saber como as empresas “X” irão se comportar em relação a retorno x risco.

      Abraços!

  • Paulo

    Posso perguntar uma coisa que não tem muito a ver com o post? 

    Nos sites dos bancos (pelo menos o meu: Itaú) tem um campo com “recomendações de investimentos”. Você coloca ali um valor para simular e o próprio site dá várias recomendações (de acordo com o perfil da pessoa: conservador, moderado, arrojado etc). 

    Para quem não tem nenhum interesse especial pelo assunto e nem gosta muito – mas também não quer perder dinheiro, óbvio -, dá para confiar nestas recomendações feitas pelo próprio site?Obrigado. 

    • Paulo!

      Lembre-se que há um conflito de interesse.

      O banco recomenda porque quer vender seus produtos.

      Não vou dizer que não dá pra confiar nestas recomendações, mas o fato é que você precisa estar atento aos custos por tercerizar a gestão de seus investimentos.

      E bancos de “varejo”, como o Itaú metem a mão nas taxas.

      Estratégias simples como a alocação de ativos podem ser a solução, caso você dedique um pouco de seu tempo para compreender o método e evitar tercerizar a gestão de sua carteira.

      http://hcinvestimentos.com/alocacao-de-ativos/

      Abraços! 

  • Pedro

    Vc está se superando, nada mal para um corredor! rs
    Henrique, há como traçar a fronteira eficiente destas carteiras, estabelecendo o risco desejado para uma determinada rentabilidade? Como se faz? Este resultado poderia determinar o momento e/ou valor e/ou variação mais apropriada(o) a ser rebalanceado, considerando que estas carteiras deveriam ser para o LONGO PRAZO?
       Esta é a deixa para um artigo…
       Um abraço e parabéns!
    Pedro

  • CARLOSDANIELJ

    Henrique boa tarde,

    Uma sugestão, faça um estudo sobre debentures.

    Será lançada agora nos proximos dias a CEMIG.

    E veja se é viável como opção de diversificação de carteira.

    forte abs
    parabens pelo site.

  • Adriana

    Oi, Henrique! Feliz ano novo para você! Parabéns pelo excelente trabalho.Gostaria de saber a media de idade dos participantes da carteira,seria possível?Pode ser geral ex entre 20-30 anos…
    Abraços. Adriana.

    • Olá Adriana!

      Obrigado pelo comentário.

      Infelizmente não é possível, já que nunca foi um pré-requisito para participar.

      Mas seria interessante analisar a relação entre idade e perfil de risco.

      Abraços!

  • Lobosolitario

    Pena que já fechou o cupom pro curso de Excel. Estou acompanhando a carteira. Gostaria de humildemente divulgar meu novo blog para que interessados acompanhem minha jornada para virar um milionário até o final de 2012

    O endereço é milhao2013.blogspot.com
    Muito obrigado!

    • Olá!

      O cupom está valendo ainda pelo que acabei de testar aqui.

      Se tiver qualquer problema para se inscrever me avise para que possa tentar ajudá-lo.

      Abraços!

      • Ricardo Kerbej

        Olá Henrique,

        Parabéns pela maravilhosa série. Será uma ótima ferramenta de aprendizado. A minha carteira (ETNB) ficou um pouco abaixo da carteira real, mas espero que ela tenha uma boa evolução no decorrer do ano.

        Por que você não abre um curso de excel em português? Aproveite, já que você foi o melhor aluno curso!

        Abraços e Sucesso!

        Ricardo Kerbej

        • Olá Ricardo!

          Obrigado pelo comentário e pela participação na série.

          A ideia do curso em português é ótima, mas meu foco está em outros projetos por enquanto. 🙂

          Abraços!

  • Alexander Prieto

    HENRIQUE, salvo engano, mas na planilha em que você apresenta a rentabilidade dos ativos em Janeiro de 2012, o FUNDO IMOBILIÁRIO FFCI11, está classificado como RF (o correto não seria FII? PARABÉNS PELO SEU TRABALHO NESTE SITE.

  • Henrique, não entendi uma coisa. De onde vc tirou essas carteiras?

    • Olá Allan!

      Essas carteiras me foram enviadas pelos leitores aqui do blog.

      Abraços!

  • Pingback: Carteiras de Investimentos: Resultados de Março 2012()

  • Pingback: Carteiras de Investimentos: Resultados de Abril 2012()

eBook-alocacao-ativos